DESIGNER

Dicas para decorar seu apartamento de menos de 50m²

Conversamos com a designer Cíntia Klamt, que mostrou dicas aplicadas em um dos apartamentos decorados de 47m² do Space Calhau, empreendimento da Dimensão Engenharia

Grande parte das famílias, ao buscar um lugar para morar, tem como prioridade o conforto, segurança, praticidade e opções de serviços nas proximidades de casa. Por conta destes e outros itens, muitos avaliam os apartamentos, localizados em condomínios, como a opção ideal. No entanto, é preciso estar atento na hora de mobiliar e decorar os ambientes para aproveitar os espaços da melhor forma, conforme aponta a designer Cíntia Klamt, em entrevista a O Imparcial em um dos apartamentos decorados do Space Calhau, da Dimensão Engenharia – o único em São Luís com 47,85 m².

De acordo com a profissional, os móveis devem ser adequados ao espaço do apartamento e precisam ser padronizados corretamente com cada cômodo, para que não haja alteração na estrutura da construção. “Mesmo com o fato de ser um apartamento de 47,85 [metros quadrados], você pode ter um resultado maravilhoso“, explica a designer, que sugere, ainda, a utilização de espelhos para dar a ideia de amplitude ao ambiente.

Além da preocupação com a mobília, a paleta de cores escolhida deve ser harmoniosa e variada para compor um ambiente mais intimista, sempre optando por tons neutros e unidades monocromáticas. “Na sala [são indicados] tons claros com algum toque colorido, sem exagerar, e recursos de espelho”, indica Klamt. O processo deve ser feito de modo a refletir as características e estilos de cada família, como reitera o diretor do Grupo Dimensão, Antônio Barbosa: “O empreendimento foi pensado para uma família, e nós acreditamos que os moradores podem imprimir sua personalidade”, afirma.

Os quartos

Outro cômodo que merece atenção redobrada, principalmente por ser um local de descanso que pede ainda mais conforto, é o dormitório. Para melhor utilizar este espaço, Cíntia Klamt sugere que, para os casais, o armário seja embutido – e o espaço do móvel dividido de acordo com as funções –, e que a cama não ultrapasse 1,38 m.

Para o quarto das crianças, a dica é utilizar cama tipo beliche para aproveitar o espaço também no que diz respeito à altura do apartamento. “Como a gente utilizou o perfil de uma família com dois filhos pequenos, usamos a ideia do beliche, que pode acomodar até três crianças”, explica a designer.

Cozinha

Já para a cozinha, a orientação é utilizar uma bancada completa e encaixar fogão modelo cooktop, além de outros eletrodomésticos embutidos, como forno e microondas. Cíntia Klamt indica que a praticidade seja sempre utilizada, com o auxílio de elementos de inox, que coloquem em vista os itens indispensáveis, além de priorizar a leveza dos móveis. “É muito importante pensar em móveis leves, independente do tamanho. Assim, você pode ter um projeto inteiramente satisfatório”, finaliza.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS