CORONAVÍRUS

No Maranhão

868
53508
25120
1285
POLÍTICA

STF julgará validade do inquérito das “fake news” no próximo dia 10

O inquérito apura ameaças a ministros do tribunal e a disseminação de fake news.

© José Cruz/Agência Brasil

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli marcou para o próximo dia 10 o julgamento da ação sobre a tramitação do inquérito das fake news.

A ação judicial em questão foi apresentada pelo partido Rede Sustentabilidade em 23 de março do ano passado, nove dias após a abertura do inquérito. O partido – que na última semana pediu a extinção da ação – contesta o fato do procedimento ter sido instaurado por Toffoli, sem a provocação da Procuradoria Geral da República. Além disso, também questiona a escolha do ministro Alexandre de Moraes como relator da investigação, sem que houvesse sorteio, como costuma ocorrer.

Enquanto isso, a Polícia Federal deu início à intimação para depoimentos de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, suspeitos de estarem envolvidos na disseminação de notícias falsas e ameaças a ministros.

Entre os intimados a depor está Sara Winter, organizadora do acampamento 300 de Brasília, grupo que realizou protesto em frente ao STF no último fim de semana, no qual os apoiadores portavam máscaras e tochas, semelhantes às do grupo racista americano Ku Klux Klan.

Nas redes sociais, a organizadora afirmou que não comparecerá ao depoimento, marcado para hoje às 14h: “Eu vou incorrer em crime de desobediência porque eu me nego a ir nessa bosta. Eu não vou!”, grita em vídeo.

Além de Sara Winter, também foram intimados o blogueiro Allan dos Santos e o militante bolsonarista Winston Lima.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias