Crítica

Zeca Baleiro chama Bolsonaro de “retardado” e Moro de “jeca arrivista”

Cantor maranhense comentou a política brasileira em entrevista a jornal mineiro

Reprodução

O cantor maranhense Zeca Baleira concedeu entrevista nesta terça-feira (25) ao jornal O Tempo, de Belo Horizonte, onde está lançando o seu álbum “O Amor No Caos: Volume 1”, e teceu críticas fortes ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro da Justiça Sérgio Moro.

Ao comentar assuntos políticos por conta da música “O Linchador”, presente no álbum, o cantor aproveitou para criticar a forma como a segurança pública vem sendo tratada no país e usou palavras fortes para falar dos governantes.

“O Sergio Moro é um juiz arrivista e jeca, posando de guardião da moral e da retidão. Um pateta, a serviço da sordidez desse atual governo. E o Bolsonaro é um retardado completo. O que esperar desse povo?”, dispara.

Mesmo se colocando como “crítico do PT”, Baleiro acredita que a prisão do ex-presidente Lula é contraditória com tudo que vem ocorrendo no país na questão de corrupção.

“Quem me conhece de perto sabe o quanto sou crítico de Lula e do PT. Erraram muito. Erraram onde não podiam errar. Mas não me parece admissível que o Lula esteja preso por corrupção passiva e lavagem de dinheiro por causa de um sítio mequetrefe e um tríplex cafona, enquanto gângsteres da política nacional, como Aécio Neves e o próprio Marcelo Odebrecht, estão soltos por aí, desfrutando de suas fortunas roubadas”, critica.

Além disso, aproveitou para afirmar sua certeza da “prisão política” de Lula como um plano da direita para conquistar o poder.

“Não me resta nenhuma dúvida de que a prisão do Lula faz parte de um plano político da direita para ocupar o poder”, conclui.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias