UM MÊS

Suspeitos da morte do prefeito Ivanildo Paiva são presos

Ivanildo Paiva foi encontrado morto com vários tiros a cerca de 2km de sua propriedade na Zona Rural do município

Reprodução

Há um mês o prefeito de Davinópolis, Ivanildo Paiva (PRB), foi assassinado na manhã daquele 11 de novembro. Com um mês do crime. Suspeitos foram presos na manhã desta terça-feira (11). Ivanildo Paiva foi encontrado morto com vários tiros a cerca de 2km de sua propriedade na Zona Rural do município. O carro do prefeito do PRB foi encontrado na BR-010, ao lado da mata 50BIS, em Imperatriz.

Segundo investigações da Polícia Civil, o crime havia pelo menos um mandante. Após a morte de Paiva, o vice-prefeito da cidade, José Rubem Firmo (PCdoB) tomou posse de prefeito de Davinópolis na Câmara Municipal, no dia 13 de novembro.

Prisão ocorreu hoje

A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA), através da Polícia Civil, Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa, Superintendência de Narcóticos e das Delegacias Regionais de Imperatriz, Barra do Corda e Açailândia, deflagrou na manhã desta terça-feira (11), nas cidades de Imperatriz e Grajaú, no Maranhão; e Dom Elizeu, no Pará, uma operação para o cumprimento dos mandados de prisões temporárias e buscas e apreensões domiciliares extraídos dos autos do Inquérito Policial que investiga o homicídio de Ivanildo Paiva, prefeito de Davinópolis, crime ocorrido no dia 10 de novembro deste ano.

A operação resultou na prisão dos policiais militares Francisco de Assis Bezerra Soares, conhecido por “Tita”, lotado no estado do Pará; e Willame Nascimento da Silva, lotado no estado do Maranhão. Também foram presos José Denilton Guimaraes, vulgo “Boca Rica” e Jean Dearlen dos Santos, conhecido como “Jean Listrado”. De acordo com as investigações, os quatro estão envolvidos na articulação e cooptação de pessoas para a execução do homicídio do prefeito.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS