POLÍTICA

Audiência pública de prestação de contas da saúde é suspensa

Foi iniciada, ainda nesta manhã, uma audiência pública convocada pelo vereador Estevão Aragão para tratar da questão, especialmente, do Hospital da Criança e da Cidade Operária.

(Foto: Pedro Almeida/O Imparcial)

Na manhã desta terça-feira, 06, estava marcada audiência pública na Câmara Municipal de São Luís foi adiada. A audiência tinha como finalidade a prestação de contas do primeiro e segundo quadrimestre de 2018 em respeito a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Logo no início da explanação do secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, a sua fala foi interrompida pelos vereadores Umbelino Júnior e Genival Alves para que detalhasse os gastos destinados para a saúde básica.

A discussão ficou acalorada entre os vereadores. O presidente da comissão de Saúde, Umbelino Jr, pediu respeito ao secretário de saúde.

O secretário Lula Fylho, informou que enviou a sua apresentação e dados aos vereadores saindo no mês de junho, porém os vereadores alegam não ter recebido o documento.

Lula Fylho ficou sem mais oportunidade de fala e a audiência foi adiada pelo presidente da casa, Astro de Ogum, para que o secretário enviasse de maneira detalhada todos os dados solicitados pelos vereadores. O secretário lamentou o cancelamento. “Infelizmente, a gente tá desde Junho tentando prestar contas, é uma obrigação legal nossa. A gente tem vários ofícios. Infelizmente, mais uma vez foi cancelado, eu não entendo porque. Se querem tanto ver contas da saúde e a gente não presta conta. Mas no momento certo a gente vai prestar”, disse Lula Fylho.

Foi iniciada, ainda nesta manhã, uma audiência pública convocada pelo vereador Estevão Aragão para tratar da questão, especialmente, do Hospital da Criança e da Cidade Operária.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS