ELEIÇÕES 2018

Segundo OAB, todos precisam aceitar o resultado das urnas

“As soluções para o atual momento de crise só podem ser encontradas dentro dos limites da lei”, afirma o presidente da Ordem, Claudio Lamachia

A Ordem dos Advogados do Brasil defendeu na última sexta-feira, 28, que “todas as forças políticas envolvidas no processo eleitoral precisam assumir, desde já, o compromisso de aceitar o resultado das urnas”.

Em nota pública, subscrita por seu presidente, Claudio Lamachia, a entidade máxima da Advocacia assinala que “as soluções para o atual momento de crise econômica, institucional e política só podem ser encontradas dentro dos limites da lei”. A carta da Ordem é lançada em meio a um clima belicoso que avança por todo o país a nove dias das eleições gerais.

Veja Também

“Neste ano, a eleição ocorrerá na mesma semana em que a Constituição completa 30 anos”, pontua Lamachia. “Ela tem guiado o Brasil durante diversas crises e períodos de dificuldades. O País alcançou a maturidade democrática e, agora, o grande desafio é a preservação dos princípios constitucionais que sustentam nosso Estado de Direito.”

A OAB pondera que as instituições, os grupos e os militantes políticos devem ter “serenidade e tolerância”. “O respeito ao sistema eleitoral, aos adversários e às leis é parte fundamental da superação da crise. Os vencedores devem respeitar os vencidos e vice-versa. Isso vale para todos os candidatos, de todas as correntes ideológicas envolvidas na disputa.”

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS