PÓS-ELEIÇÕES

Duarte Junior além do direito do consumidor

O advogado e ex-presidente do Procon/Viva conversou sobre o resultado das urnas, futuro político e diz que não vai ser deputado de uma só bandeira

Reprodução

Advogado, professor, ex-presidente do Procon e Viva essas são algumas das funções desempenhadas por Hildelis Silva Duarte Junior, ou simplesmente, Duarte Jr. Militante do direito do consumidor, Duarte Jr teve notoriedade mesmo quando assumiu a missão de comandar o Procon do primeiro governo de Flávio Dino (PCdoB), no ano de 2015. Duarte partiu para cima dos empresários em defesa do direito do consumidor. Fez história e ganhou ‘likes’ nas redes sociais e hoje é o mais novo deputado estadual do Maranhão com mais de 60 mil votos.

Em conversa com a reportagem de O Imparcial, Duarte diz que dar direito ao consumidor não prejudica o empresariado. “Não há qualquer tipo de aperto ao empresário. O direito do consumidor é um direito fundamental mas também deve ser levado em conta a livre concorrência, a livre iniciativa”, argumenta.

É verdade que Duarte Jr é um político que se lançou Internet, especialmente nas redes sociais, e soube como poucos utilizar desse meio para se comunicar com os cidadãos de ‘seus Vivas’. Desta forma, não poderia deixar de existir os ‘haters’ nas redes do deputado eleito. ‘Haters’, a propósito, são aquelas figuras que perseguem figuras públicas em Instagram, Twitter, Facebook. Deste grupo, tem aqueles que acusam o advogado de “ter se aproveitado” da estrutura governamental para alçar voos mais altos na política. “Esse vai ser candidato de alguma coisa”, diria alguns no início da administração de Duarte.

Para os ‘haters’, Duarte diz que vai responder “Da forma que sempre respondi, com muito trabalho. Você me conhece e sabe que não nasci em berço de ouro. Sempre trabalhei muito para poder realizar meus sonhos. Assim como um dia, eu vendi chocolate, trabalhei em cantina de colégio, vendi chip”, indagado pela reportagem se ampliação e interiorização do Procon/Viva não ajudou nos mais de 60 mil votos, Duarte discorda. “Se fosse [determinante] outros ex-diretores do Procon, outros diretores dos Vivas teriam sido eleitos a vereador, deputado ou prefeito, ou qualquer cargo”, responde.

Ele admite que utilizou da estrutura, sim, mas para trabalhar. “Eu utilizei a estrutura, a máquina pública para servir as pessoas. E essas pessoas que foram bem servidas e atendidas pelo Procon/Viva, elas sim, foram as que me honraram com mais de 65 mil votos”. Duarte Jr acredita que não volta mais para o Procon, que já deixou seu trabalho e marca no órgão.

Hoje ele quer se dedicar para ser um parlamentar destacado que não esteja focado somente ao direito do consumidor, mas também para causas de proteção ao animal, ao turismo, entretenimento. “Não serei deputado de uma só bandeira”, garante.

Mesmo com vontade de se destacar na Assembleia Legislativa do Maranhão, ele garante que não vai recusar um pedido do governador Flávio Dino (PCdoB) em caso de composição de sua equipe de governo. “Não teve nenhum tipo de contato [com o governador], sou um jogador que faço parte de um time e estou disposto a jogar em qualquer posição. É como pretendo jogar na Assembleia. E ser um servidor público, ajudar com que as pessoas acreditem na política”.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS