Roseana Sarney (MDB) em ato de campanha. Candidata briga na justiça para exibir imagem de Lula (PT) em seus programas eleitorais (Foto: Divulgação).

A candidata Roseana Sarney (MDB), briga na justiça para ter o direito de utilizar a imagem de Lula (PT) em sua campanha eleitoral. No último despacho do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), ontem (12), ela conseguiu manter a imagem do petista em seus programas até o julgamento do caso.

Apesar de ser do mesmo partido de Michel Temer, que tomou de assalto o planalto, e teoricamente apoiar o candidato à presidência Henrique Meirelles (MDB), Roseana tenta em suas propagandas remeter o período anterior ao impeachment de Dilma, quando a então senadora maranhense era líder da bancada que estava na situação.

Veja Também

Essa não é a única anomalia partidária que envolve o nome do ex-presidente. Na mais inusitada delas, Waldir Maranhão (PSDB) colocou Lula em sua propaganda eleitoral.

Candidato à reeleição como deputado federal, Waldir ganhou projeção nacional quando tentou anular o impeachment de Dilma, mas refugou e no mesmo dia suspendeu sua própria decisão. Na época ele assumiu interinamente a presidência da câmara quando seu aliado Eduardo Cunha (MDB-RJ) foi afastado do cargo.

Dessa vez, aliás, Waldir concorre pelo chapa de Alckmin, que em sabatina recente à imprensa paulista declarou ser o único candidato antipetista.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO