Foto: Reprodução

Jair Bolsonaro (PSL) candidato à Presidência da República solicitou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o registro da sua candidatura para a disputa eleitoral. O candidato é o sétimo a ser registrado e tem como vice o general Hamilton Mourão, filiado ao PRTB. O pedido foi feito nesta terça, 14, um dia antes do fim do prazo.

Bolsonaro declarou ter um patrimônio equivalente a R$2.286.779,48, boa parte desse valor em imóveis e veículos. Quando concorreu a deputado federal em 2006, declarou bens no valor de R$ 433.934,48, e em 2014 o valor declarado era de R$2.074.692,43. Mourão informou ter R$ 414,4 mil.

Os candidatos à presidência têm até amanhã, 15, para apresentarem seus planos de governo.  A campanha começa nesta quinta, 16. O TSE tem até 17 de setembro para avaliar todos os pedidos.

Bens declarados por outros candidatos à presidência: 

João Amoêdo  (Novo) declarou R$ 425 milhões em bens;

Ciro Gomes (PDT) declarou R$ 1,6 milhão em bens;

Geraldo Alckmin (PSDB) declarou possuir R$ 1,3 milhão;

Vera Lúcia (PSTU) afirma que possui um terreno de R$ 20 mil;

Guilherme Boulos (PSOL) apresentou o menor patrimônio: R$ 15 mil.

Cabo Daciolo (Patriota) foi o único que não apresentou declaração de bens ao TSE.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO