Reprodução

O ex-governador José Reinaldo Tavares quando foi acolhido pelo ninho tucano pensava que encontraria uma maré mansa para emplacar a sua candidatura ao senado federal.

Depois de não conseguir espaço na chapa do governador Flávio Dino (PCdoB) e nem emplacar sua ida ao Democratas, mesmo com aval de caciques nacionais do partido, Zé Reinaldo encontrou no PSDB o que precisava para uma eleição majoritária: um partido grande com tempo de televisão.

Braide e Zé Reinaldo

Não satisfeito quis levar a tiracolo o deputado estadual, Eduardo Braide (PMM), que teve uma boa desenvoltura nas últimas eleições municipais quando chegou ao segundo turno sem estrutura de campanha, apenas com três idas a debates televisivos.

É verdade que o partido do ex-prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, e do senador, Roberto Rocha sabiam das ambições de Zé Reinaldo ser um tucano fora do ninho. Tanto que o ex-governador levou até Geraldo Alckmin (PSDB-SP), antes da filiação, a condição de estar no palanque de Roberto Rocha, porém, apoiar a candidatura do deputado Braide.

Porém os tucanos começaram a se estranhar no ninho. O avalista de Braide, Zé Reinaldo, lançou uma nota direto de Brasília, no último dia 29 de maio, em que parte pra cima de seus colegas de partido. Ele diz, em nota, que desde que defendeu a pré-candidatura do deputado do PMN ao governo do Maranhão, tem sido alvo de constantes ataques.

“Nutro um enorme respeito pelo ex-prefeito e ex-deputado Sebastião Madeira, que neste momento, entre útil e afoito, tem sido desbragadamente usado para atender aos interesses dos mais afetados pela ameaça de um terceira via nas eleições deste ano.”, acusou Zé Reinaldo.

O presidenciável Geraldo Alckmin ao lado do deputado federal Zé Reinaldo

Para o tucano Sebastião Madeira, a presença do ex-governador engrandece o partido, mas precisa que todos remem na mesma direção. “Tem que remar no mesmo rumo do partido. O PSDB tem projeto a governador que é o Roberto Rocha, ele [Zé Reinaldo] foi filiado no gabinete do senador Roberto Rocha.”, retrucou Madeira em um programa de rádio.

Segundo ex-prefeito de Imperatriz, nem mesmo os amigos mais próximos de Tavares, entendem o que ele está fazendo. “Tenho conversado com seus amigos mais próximos, mas nem eles entendem. O governador José Reinaldo devia ta preocupado com a candidatura dele, mas ele prefere lutar pela candidatura do Braide. O Eduardo nunca foi a público dizer que é candidato”, ponderou Madeira.

Na nota de José Reinaldo, ele diz ainda que, o barco do PSDB está afundando. “Conheço Madeira e sei que ele não servirá como tábua de salvação para nenhum tripulante de um barco que está afundando.”, alfinetou Zé.

“Eu fui tábua de salvação, mas para o nosso governador José Reinaldo ser candidato ao Senado”, rebateu Madeira.

Na crise do PSDB, resta saber se o ex-governador José Reinaldo é um tucano fora do ninho.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO