Reprodução

O partido Democratas do Maranhão vai com Flávio Dino para a eleição neste ano. Nesta quarta, em decisão da executiva nacional do DEM, o deputado federal Juscelino Filho, aliado do governador, foi reeleito presidente estadual da legenda.

Rogério Cafeteira, líder do governo estadual, será o vice presidente. E Neto Evangelista será secretário-geral. Ambos deixaram o PSDB após chegada do senador Roberto Rocha ao partido.

A composição não poderia ser melhor para o projeto de reeleição do governador. O mais prejudicado é o deputado e ex-governador Zé Reinaldo Tavares, que, rompido com Dino, nutria o sonho de concorrer ao Senado pelo DEM, numa chapa que tivesse o estadual Eduardo Braide (PMN) como candidato ao governo.

O DEM, por sua vez, garantiu boa posição. Segundo Juscelino Filho, o apoio terá uma boa recompensa: ou a vaga de candidato a vice ou a senador na chapa. A ideia é filiar Eliziane Gama ao partido para que ela concorra à vaga de senador. Até agora, uma vaga do Senado já está garantida. É de Weverton Rocha (PDT).

Em entrevista ao programa Ponto e Vírgula, da Rádio Difusora, Filho desconversou quando perguntado sobre o que irá reivindicar. “Iremos conversar com todos os partidos e, no momento certo, anunciaremos”.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO