JULGAMENTO

Petistas maranhenses confirmam mobilizações no Estado

Diretório Estadual do PT confirmou ato hoje em frente ao Tribunal Regional Federal, na Areinha. Militantes querem que ex-presidente Lula seja absolvido em julgamento

Foto: Reprodução

Hoje, certamente, é um dia histórico para o país. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva terá seu recurso julgado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), segunda instância das ações da Operação Lava-Jato, sobre o caso do tríplex em Guarujá (SP). Na primeira instância, Lula foi condenado pelo juiz Sérgio Moro a 9 anos e 6 meses de prisão. O julgamento de hoje promete movimentar todo o país direta ou indiretamente. No Maranhão, não será diferente. Um ato político está previsto para acontecer pela manhã em frente à sede do Tribunal Regional Federal (TRF), no bairro da Areinha. O ato é uma promoção conjunta do PT, da Frente em Defesa da Democracia e do Direito de Lula ser Candidato, da Frente Brasil Popular e do PCdoB.

A Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Maranhão (Fetaema), a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) também irão participar do ato político na capital maranhense.

Assim como no Maranhão, o mesmo tipo de manifestação ocorrerá nos demais estados. Os organizadores prometem chegar bem cedo ao TRF “para fazer barulho” sobre o julgamento do ex-presidente Lula. No entendimento dos petistas e de seus aliados, não se pode judicializar a política no país.

Em conversa com a reportagem do jornal O Imparcial, o presidente estadual do PT no Maranhão, Augusto Lobato, comentou a necessidade de lutar pela absolvição de Lula que, na visão dos petistas, está sendo “julgado politicamente e não judicialmente”.

Lobato explicou que os militantes do PT de todo o estado estão mobilizados para defender o ex-presidente da República. Tanto que, além do ato político em frente ao TRF, em São Luís, outras mobilizações estão programadas para ocorrer no interior do estado. Diretórios Municipais de Imperatriz, Balsas, Bacabal, São Mateus, Lago do Junco, Caxias, Santa Inês e Bequimão também confirmaram a realização de manifestações hoje.

“Vai ter um ato no TRF, na Areinha, aonde vêm vários companheiros do interior. Esse é um ato com os partidos aliados, com a Frente Brasil, o PT e os partidos aliados em frente ao TRF. Vamos amanhecer lá. Se eu te disser o horário e divulgar, a polícia vai estar lá atrapalhando a gente. Vamos estar lá, vamos amanhecer lá, os militantes do PT de todo o Maranhão. Vêm vários companheiros. A gente não pode prever a quantidade precisa porque os companheiros estão se mobilizando para vir para cá”, disse o presidente estadual do PT.

Defesa a Lula

Antes mesmo da realização do ato de hoje, as frentes e comitês criados para defender a candidatura de Lula à presidência da República em 2018 já estavam atuando no Maranhão. Nas últimas semanas, a Frente de Defesa da Democracia e do Direito de Lula ser Candidato realizou intensas atividades como a distribuição de panfletos, a realização de comícios-relâmpagos e a criação de Comitês de Defesa da Democracia e do Direito de Lula ser Candidato, em dezenas de cidades do interior.

A direção da Frente em São Luís afirma que, mesmo que Lula seja absolvido pelo TRF-4, a luta vai prosseguir, novos comitês serão criados e as atividades da Frente vão continuar, pois a luta judicial vai prosseguir, seja ainda no âmbito do Tribunal Federal, no Superior Tribunal de Justiça e no Supremo Tribunal Federal.

Segundo os dirigentes da Frente, apesar de estar sendo julgado nos tribunais, Lula tem contra si alegações de cunho político e declaram que o melhor julgamento para o ex-presidente seria nas urnas. Por isso, o lema adotado pelos defensores de Lula é de que “Eleição sem Lula é fraude”.

O ex-presidente Lula recebeu o apoio das principais centrais sindicais do país em um encontro realizado na sede do Instituto Lula e cobrou apenas um “julgamento decente”. “Esse julgamento não é contra mim e sim contra o nosso governo. O que eu quero é que façam um julgamento decente e, com base nas provas que eles têm, decretem a minha inocência”, disse.

Durante a noite de ontem, petistas realizaram vigílias em apoio a Lula. No Maranhão, a vigília aconteceu na sede do PT.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS