CONTRA A HONRA

Esposa de Weverton move ação criminal contra Roberto Rocha

Afirmação polêmica de senador em rede social motivou queixa-crime da esposa do deputado federal Weverton Rocha (PDT), Samya Lorene, no Supremo Tribunal Federal (STF)

Foto: Reprodução

Uma declaração do senador Roberto Rocha (PSDB) feita por meio de suas redes sociais resultou em uma queixa-crime contra o parlamentar no Supremo Tribunal Federal (STF). A esposa do deputado federal Weverton Rocha (PDT), Samya Lorene de Oliveira Bernardes Rocha, entrou com ação contra o senador Roberto Rocha. Ela entendeu que o parlamentar ofendeu a honra de sua família ao insinuar uma suposta relação do deputado federal com o ex-ministro do Trabalho, Carlos Lupi (PDT).

O fato aconteceu em dezembro do ano passado. O agora presidente estadual do PSDB, senador Roberto Rocha, causou polêmica em seu perfil pessoal no Twitter. Na ocasião, o tucano disse que torcia “pela a felicidade do casal” pedetista.

“Não entendo o motivo dos ataques que me fazem os pedetistas, Lupi e Weverton. Logo eu que sempre torci pela felicidade do casal”, publicou o senador em suas redes sociais.

A declaração de Roberto Rocha teve uma repercussão bastante negativa e “forçou” o tucano a retornar às redes sociais para se desculpar em seguida. Rocha disse que “às vezes, no calor da disputa política, o sangue ferve e atingimos pessoas, movidos pelo legítimo direito de defender nossa honra. Longe de mim ofender famílias e sentimentos. A reação a Weverton e Lupi foi excessiva e lamento. Mas registro que a troca de ofensas não partiu de mim”, publicou o senador à época.

Sem desculpas

O certo é que as desculpas do tucano não tiveram muito efeito. Logo após o ocorrido, o deputado Weverton Rocha já havia confirmado que sua esposa iria realmente entrar com a queixa-crime contra Roberto Rocha.

“Ele não me agrediu. O senador Roberto Rocha agrediu a minha família. Ele frequentava a minha casa, ele conhece minha esposa, ele conhece minha mãe, meu pai e meus filhos. Agora sobre a minha vida pessoal, a minha esposa advogada, concursada e procuradora de uma estatal, ela pediu e tem o direito, está entrando com uma ação criminal no STF porque ele agrediu a nossa família e foi uma coisa pessoal e totalmente desnecessária. Eu só lamento e repudio através do meu silêncio”, disse Weverton à época, em entrevista.

No STF, o relator do processo é o ministro Luiz Fux. O magistrado mandou notificar Roberto Rocha e determinou que o tucano apresente resposta à acusação em até 15 dias. De acordo com o acompanhamento processual no Supremo, porém, o prazo já estourou, sem qualquer apresentação de defesa pelo senador.

A reportagem do jornal O Imparcial tentou contato com a assessoria do senador Roberto Rocha, mas não obteve nenhuma resposta até o fechamento.

Procurada pela reportagem, a assessoria do deputado Weverton Rocha disse que o parlamentar não iria divulgar nenhuma nota sobre o assunto, mas garantiu que a “queixa-crime é real” uma vez que a esposa do deputado “acha que a família foi ofendida” pelo senador Roberto Rocha.

Eleições 2018

A polêmica envolvendo Roberto Rocha e Weverton Rocha surge em pleno ano eleitoral, onde os dois políticos possuem grandes ambições em 2018. O senador tucano, por exemplo, retornou ao PSDB para poder concorrer ao governo do estado contra o governador Flávio Dino, que foi um dos principais aliados na eleição de Rocha para o Senado.

Já Weverton Rocha conseguiu viabilizar sua pré-candidatura ao Senado. O deputado federal, inclusive, já possui o apoio explícito de Flávio Dino e será um dos dois postulantes à Câmara Alta com o aval do Palácio dos Leões.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS