CORONAVÍRUS

No Maranhão

1725
69673
46017
1684
PIADA NA INTERNET

Após ser flagrada batendo ponto sem trabalhar, servidora é exonerada

A servidora Edinair Maria dos Santos Moraes virou piada na internet, após reportagem que a flagrou batendo ponto sem trabalhar

Após bater ponto, fugir de repórter e virar meme, servidora é exonerada

A servidora da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) Edinair Maria dos Santos Moraes – que virou piada na internet, após reportagem que a flagrou batendo ponto sem trabalhar – foi exonerada nesta terça-feira. Ela inspirou vários memes por ter fugido da repórter que gritava “Senhora? Senhora?” na tentativa de entrevistá-la sobre o flagrante.

Edinair Maria trabalhava como assessora parlamentar no gabinete do deputado Marlúcio Pereira (PTB) e ganhava salário de R$ 2 mil. “Nós a exoneramos porque ela disse que não trabalhava na Assembleia. Então, esse foi o critério”, informa o presidente da Alego, Hélio de Souza (DEM).
Além de Edinair Maria, foi exonerado o servidor Hélio Evandro Silva de Oliveira, que apareceu na mesma reportagem da TV Anhanguera saindo de moto depois de bater o ponto. Hélio Evandro trabalhava no gabinete do deputado Valcenôr Braz (PTB). “No caso do rapaz na moto, ele tinha entrado neste mês de setembro. Então, o próprio deputado que o contratou pediu a exoneração”, conta Souza.
A terceira pessoa acusada, o assessor Geral Marques também flagrado batendo ponto sem trabalhar, segue em avaliação. “O outro caso depende do processo interno que acontece de três em três meses e avalia o desempenho dos servidores. Se for comprovado, a decisão vai depender do chefe direto” explica o presidente da Casa.
Hélio de Souza informou que já pediu para a rede televisiva a relação dos 21 servidores acusados de fraude no trabalho, para poder continuar com as investigações.
VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias