IMPERATRIZ

Preso há 10 meses por duplo homicídio é solto após outro homem assumir crime

Raimundo explicou que os homicídios aconteceram em sua própria residência, mas que no dia do crime ele estava em João Lisboa

Reprodução

A Justiça colocou em liberdade nesta terça-feira (8), Raimundo da Silva Sousa, preso após ser acusado de ter cometido dois homicídios ocorridos em 16 de dezembro de 2018 em Imperatriz. O próprio Ministério Público desconsiderou a decisão judicial da condenação de Raimundo. Um outro homem, identificado como Ronaldo dos Reis, acabou assumindo a autoria do crime, e foi preso em Bom Jesus das Selvas em agosto deste ano.

Raimundo explicou que os homicídios aconteceram em sua própria residência, mas que no dia do crime ele estava em João Lisboa. As vítimas, identificadas apenas como Gabriel, de 18 anos, e Emanoel, de 47 ano, tinham um relacionamento amoroso e moravam na casa de Raimundo. Os dois foram mortos a golpes de martelo e picareta.

Ronaldo dos Reis revelou que também tinha relacionamento amoroso com Emanoel, e que, no dia do crime estava na casa das vítimas bebendo com outras pessoas, e quando todos foram embora ficaram apenas ele, Emanuel e Gabriel. Foi quando Emanuel tentou ter relações sexuais com Ronaldo, que matou o golpes de martelo. Ronaldo relatou também que resolveu matar Gabriel, que estava dormindo, para não deixar testemunhas.

Ronaldo está preso na Unidade Prisional de Ressocialização (UPR/Açailândia).

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias