CRIME

Maranhense que trabalhava como motorista de aplicativo é morto durante assalto em Goiânia

Carlos Augusto era motorista de aplicativo e estava trabalhando no momento do assalto

Reprodução

Um maranhense identificado como Carlos Augusto dos Santos Lopes, de 25 anos , foi morto no último domingo (13), durante um assalto, enquanto trabalhava como motorista de aplicativo, em Goiânia. Carlos era natural de São Luís, e cursava Direito.

Segundo informações policiais, um casal solicitou a corrida para um shopping da cidade. Outras quatro pessoas foram presas suspeitas de participação no crime. Uma adolescente também foi apreendida.

Durante depoimento, a mulher envolvida no caso e que solicitou a corrida, revelou que obedeceu as ordens de um presidiário, a intenção era penas roubar, além disso, ainda informou que Carlos, só morreu porque reagiu durante o assalto e foi baleado.

O casal fugiu do local sem levar o veículo. A jovem de 19 anos foi localizada posteriormente pela PM; ela estava no carro de Carlos Alessandro. Logo depois, a polícia também localizou outro jovem, também de 19 anos, que confessou ter efetuado os disparos porque a vítima reagiu.

No intervalo entre as duas prisões, a polícia prendeu outras quatro pessoas e apreendeu uma adolescente. De acordo com as informações, elas participaram seja para resgatar a arma usada no crime, seja para ajudar a esconder o autor dos disparos.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias