IMPERATRIZ

Mulher envenena e mata o próprio primo

Celma estava foragida da Justiça há 18 anos.

Reprodução

Uma mulher foi presa suspeita de envenenar e matar o próprio primo, na cidade de Imperatriz. A polícia deu cumprimento ao mandado de prisão contra Celma Lígia de Sousa Nunes, de 47 anos.

As investigações foram através da equipe da Polícia Civil, da 10ª Delegacia Regional de Imperatriz, e os policiais deram cumprimento ao mandado de prisão preventiva expedido pelo crime de homicídio qualificado.

A mulher foi presa suspeita de ter matado o primo, identificado como Honero dos Santos Dias. Consta no inquérito policial, que Celma Lígia tinha um relacionamento com o primo, o qual foi assassinado por envenenamento. Celma estava foragida da Justiça há 18 anos.

Após ser capturada, Celma Lígia de Sousa Nunes foi levada para a sede da Delegacia Regional de Imperatriz, onde tomou ciência do mandado de prisão, e foi encaminhada para a Unidade Prisional, ficando à disposição da Justiça.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias