PLANALTINA

Funcionária do MEC é encontrada morta no DF

O cozinheiro Marinésio dos Santos Olinto, 41 anos, principal suspeito de envolvimento no sumiço de Letícia continua preso.

Reprodução

Na tarde desta segunda-feira (26) foi encontrado o corpo da advogada Letícia Sousa Curado Meso, 26 anos, à beira da DF-250, próximo ao Vale do Amanhecer, em Planaltina.

Letícia, que era funcionária terceirizada do Ministério da Educação (MEC), estava desaparecida desde a manhã da última sexta-feira (23), quando saiu para trabalhar, por volta das 7h30, do bairro Arapoanga, em Planaltina, onde vivia com o filho de 3 anos e o marido.

Na madrugada de domingo (25), a polícia prendeu o cozinheiro Marinésio dos Santos Olinto, 41 anos, apontado como suspeito de envolvimento no sumiço de Letícia.

Segundo o delegado-chefe, Fabrício Augusto Machado, da 31ª Delegacia de Polícia de Planaltina, imagens de segurança mostram o momento em que a jovem entrou no carro do suspeito, uma Blazer prata, às 7h42 da manhã da sexta-feira (23), em uma parada de ônibus perto de casa.

Dentro do veículo, foram encontrados uma bolsa, um relógio e objetos escolares. A família confirmou que os itens pertenciam à advogada. O homem nega que tenha praticado o crime. Ainda segundo a polícia, o cozinheiro não tem antecedentes criminais, é casado e pai de uma adolescente de 16 anos.  

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias