CRIMINALIDADE

Taxa de homicídio na Zona Rural de São Luís cai pela metade

Enquanto em 2017 foram 85 homicídios na região, em 2018 o número caiu para 41

Segundo a Polícia Militar (PM) do Maranhão, a Zona Rural de São Luís e região da Grande Ilha podem dormir mais tranquilas. O número de homicídios de ambas vêm caindo com o passar dos anos, apontam dados da corporação.

Na Zona Rural de São Luís, informações da PM mostram uma queda de mais da metade do índice de homicídios. Com ações desenvolvidas em quase 50 bairros da região, entre eles Maracanã, Quebra Pote e Rio Grande, o Governo do Estado reduziu em 52% o número de homicídios em 2018 em relação a 2017.

Veja Também

Enquanto em 2017 foram 85 homicídios na região, em 2018 o número caiu para 41. As ocorrências de assaltos a ônibus também tiveram redução significativa. Foi registrada queda de 20% entre os dois anos. Já a quantidade de roubos de veículos teve redução de 49%.

“O número de homicídios caiu, assim como o de roubos a coletivos. Também estão circulando menos armas. Há uma queda acentuada em São Luís inteira, mas com o incremento no número de ações aqui na Zona Rural e o aumento da presença da Polícia, diminuiu a prática criminal”, explica o comandante do 21º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Harlan Silva do Nascimento.

Conforme já noticiado por O Imparcial, a capital e as cidades que formam a Grande Ilha – Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa – tiveram as maiores quedas no número de homicídios entre todas as capitais nordestinas e suas regiões metropolitanas nos últimos quatro anos.

Os homicídios caíram 63,60% na Grande Ilha na comparação entre 2014 e 2018. Em 2014, foram 910 assassinatos nas quatro cidades da Ilha. Já em 2018, caiu para 331.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS