MUDANÇAS NA LEI

Lojas que vendem armas no Maranhão esperam maior movimento

Uma pistola de fabricação nacional sai, em média, entre R$ 4 mil e R$ R$ 6,7 mil

Reprodução

Com as mudanças nas regras do posse de armas de fogos estabelecidas pelo presidente Jair Bolsonaro no dia 15, começou uma corrida por informações sobre como tirar a permissão de possuir arma e principalmente onde comprar uma.

O Imparcial conversou por telefone com funcionários de dois estabelecimentos que vendem arma no Maranhão, o Castelo das Armas, em São Luís, e a Torres Militaria, em Imperatriz. As lojas vendem armas de fogo, mas nem à exposição na vitrine, paredes ou balcões elas se encontram. O armamento fica guardado.

No estabelecimento, é possível comprar rifle, metralhadora, espingarda e pistola – claro, com as devidas permissões legais. Segundo os atendentes das lojas uma pistola de fabricação nacional sai entre R$ 4 mil e R$ R$ 6,7 mil.

“Os clientes estão procurando mais nos últimos dias. As vendas ainda não aumentaram, mas esperamos que subam sim”, informou a atendente de São Luís.

A funcionária da loja em Imperatriz informou que a tabela de preços das armas é do ano passado e que haverá reajuste em 2019, elevando o preço dos produtos. Segundo ela, uma caixa de munição de pistola calibre .38, com dez projéteis, custa entre 80 e 90 reais.

Em um levantamento feito pelo jornal em lojas online, os preços das armas podem variar ainda mais. Espingardas, pistolas e rifles podem custar entre R$ 1,2 mil e R$ 8 mil, a depender do modelo e tipo.

Segundo informaram as lojas, apenas é possível fazer a compra apresentando a permissão legal de posse ou outro documento – militares e juízes, por exemplo, têm um tipo de visto diferente. Para munição, é preciso também apresentar o registro da arma.

Segundo a fabricante nacional de armas Taurus, existem dez estabelecimentos no Maranhão que vendem armamento. No entanto, a reportagem só conseguiu contato com as duas lojas mencionadas.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias