Gestão pública

Marcial Lima: líder e conciliador na Câmara

Líder do governo Braide na Câmara de Vereadores, Marcial Lima revela o seu papel de conciliador para que haja um bom entendimento entre o legislativo e executivo na ilha.

O vereador Marcial Lima. (Foto: Marcos Caldas/O Imparcial)

Reeleito vereador para o segundo mandato pelo Podemos, o vereador Marcial Lima tem revezado o seu tempo como líder do governo de Eduardo Braide na Câmara de São Luís e no cumprimento de agendas em bairros da capital na qual tem estreitado uma aproximação maior com a população da ilha que lhe conferiu seus 4.548 votos nas eleições de 2018 com os olhos voltados para as eleições de 2022, na qual concorre a uma vaga de deputado estadual na Assembleia Legislativa do Maranhão.

O parlamentar que tem si destacado pelos seus posicionamentos firmes no plenário da casa legislativa fazendo uso da palavra para tratar de assuntos relacionados aos problemas que a cidade vem enfrentando nos últimos tempos concedeu entrevista a O Imparcial, no qual ele abordou vários assuntos. Entre eles a questão do abastecimento de água que a cidade vem enfrentando; sobre o programa Asfalto Novo que visa beneficiar avenidas que geram emprego e renda em São Luís; sobre esgoto sem tratamento que foi despejado na Baía de São Marcos entre outros. “ É uma experiência curiosa e interessante essa função de líder. Eu consegui na minha vida pública nesses aproximados cinco anos de atuação parlamentar incutir na cabeça do gestor que executa que é preciso que o nosso papel de parlamentar é ouvir da população seus problemas da população. Mais de 80% das pessoas que nos procuram  ou reclamam de infraestrutura ou vão pedir uma oportunidade de trabalho. Ser líder de governo na Câmara é ser acima de tudo um conciliador. É ter um papel de dizer a verdade para o prefeito. Eu não estou ali como fuxiqueiro. Estou ali como cidadão que escuto todos os parlamentares independentemente de ser da base ou não, a independência na Câmara é importante e levo o conhecimento à prefeitura do que é tratado no poder legislativo. E tem sido assim com os secretários e com o próprio prefeito”, afirmando que cada vereador tem o papel fundamenta nas discussões na casa legislativa.

Como conciliador, Marcial Lima já propôs ao prefeito Eduardo Braide criar um atendimento dentro do poder executivo nas pastas que são mais procuradas como no caso da infraestrutura, trânsito, saúde e educação que os requerimentos dos vereadores sejam respeitados, pois todos que são apresentados na Casa é um pedido de uma comunidade. “A prefeitura tem que analisar independentemente de quem seja o vereador esses requerimentos pautados que são uma reclamação da população, algumas delas históricas”, disse o vereador.

De olho na Assembleia Legislativa em 2022

O parlamentar, além de mediador desse diálogo entre o legislativo municipal e o  poder executivo, tem apresentado várias proposições. Uma delas é ampliação da Feirinha de São Luís que acontece todos os finais de semana no Centro Histórico e movimenta diversos segmentos como agricultura familiar, artesanato, produção cultural, turismo e gastronomia, gerando emprego e renda. “Se essa feirinha percorresse a Cidade Operária, Regional do Cohatrac, zona rural, Regional Turu, Maracanã, área Itaqui Bacanga entre outras localidades”, pontuou Marcial afirmando que a ideia seria procurar fazer uma parceria público-privada.

O vereador citou que possui um projeto chamado “Fole na Feira”, que é a cultura dentro das feiras e mercados de São Luís. “Fizemos seis edições, porque veio a pandemia e paramos e agora vamos fazer o “Fole nas quitandas” e estamos voltando com o “Fole nas Feiras” podemos levar um bumba meu boi, um tambor de crioula, a intenção é gerar rendas oportunidades”, o que segundo o parlamentar tem permitido o desenvolvimento econômico e turístico nestes locais.

Marcial também tem defendido suprapartidariamente um projeto para que haja a despoluição das praias de São Luís. “Você morar eu uma cidade que tem o litoral mais bonito do Brasil, e você não tomar um banho com segurança nas praias.  Minha proposta é que a bancada federal do Maranhão incluindo todos que integram o Congresso, o Senado e a Câmara federal com prefeitos, vereadores votados ou não aqui comecemos a pensar que São Luís tem que ter balneabilidade nas praias”, afirmando que é preciso mudar essa situação.

O parlamentar  também tem chamado a atenção do poder público para o tema da questão do abastecimento de água na ilha, enfatizando que embora São Luís tenha um índice pluviométrico de 3 mil milímetros ao ano, bairros inteiros ainda sofrem com a escassez do recurso hídrico. Afirmando que o investimento é muito pouco em uma cidade como São Luís que chove muito e ter bairros como o da Ponta d’Areia não ter água potável onde o abastecimento é feito por caminhão pipa. Ele citou a experiência de outros municípios, como a cidade de Cabaceiras, a Hollywood brasileira, onde água salubre é convertida em água potável e o sal que é retido no processo é utilizado na plantação de cocô verde. “Lá que possui o menor índice pluviômetro, foi possível resolver, mas nós que temos rios perenes não conseguimos superar esse problema gravíssimo, sendo uma capital que supera um milhão e cem habitantes. Temos que entender que água geração de emprego e renda. E que é preciso evitar o desperdício para evitar uma futura crise hídrica”, disse o parlamentar.

Eleições 2022

Questionado sobre o seu futuro político, Marcial Lima adiantou que vai concorrer a uma vaga de deputado na Assembleia legislativa do Maranhão e que já deu início a sua pré-campanha. “Em 2018 quando concorremos a eleição para deputado estadual tivemos 20.669 votos e perdemos a eleição por aproximadamente mil votos. Batemos na trave. Hoje sou o primeiro suplente do partido que concorri na época e estou muito feliz com o resultado pois fiz uma campanha simples e correta. Naquele ano não fizemos uma pré-campanha. Hoje temos mais experiência. Acho que fui bem testado”, disse o parlamentar afirmando que o Podemos ainda não decidiu quem vai apoiar ao governo do estado explicando que essa decisão será tomada mais para frente.

VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias