CORONAVÍRUS

No Maranhão

3418
182944
175774
3968
EDUCAÇÃO FINANCEIRA

Algumas lições financeiras que devemos ensinar a nossas crianças

Como pais, no entanto, vocês podem ensinar lições financeiras importantes aos seus filhos. Não só podem, como devem

É preciso inserir as crianças no mundo financeiro logo cedo. (Imagem: Freepik)

Dada a importância das habilidades financeiras para a vida, é surpreendente que nossas escolas não ensinem as crianças sobre dinheiro. Como pais, no entanto, vocês podem ensinar lições financeiras importantes aos seus filhos. Não só podem, como devem.

“Para ajudar a próxima geração a evitar os erros dos mais velhos e a viver uma vida financeiramente adequada, ela precisa aprender o básico sobre dinheiro”, diz Beth Kobliner, autora do best-seller do The New York Times Get a Financial Life, que liderou a criação de Money as You Grow, que oferece aulas de finanças apropriadas para cada idade das crianças. Kobliner diz que crianças de apenas três anos já são capazes de compreender conceitos financeiros como poupança e gastos. E um relatório de pesquisadores da Universidade de Cambridge encomendado pelo Money Advice Service do Reino Unido revelou que os hábitos de dinheiro das crianças são formados aos 7 anos.

“Quanto mais cedo os pais começarem a tirar proveito de situações financeiras do dia-a-dia (por exemplo, dar 2 reais a uma criança de seis anos e deixá-la escolher que fruta comprar), melhor para nossos filhos”, diz ela. No futuro, um filho ou filha consciente poderá até gastar o seu dinheiro com hobbies que lhe sejam agradáveis, como bebidas, festas, itens de coleção, jogos de caça-níquel, animais domésticos etc. Porém, com uma base bem fundamentada, esses gastos jamais serão irresponsáveis.

Inserir as crianças nas compras básicas é uma atividade que estimula a tomada de decisões financeiras. (Imagem: Freepik)

Inserir as crianças nas compras básicas é uma atividade que estimula a tomada de decisões financeiras. (Imagem: Freepik) Para criar essa base, o ponto-c have é que os pais são a influência número um no comportamento financeiro dos filhos. “Portanto, então cabe a nós criar uma geração de consumidores, investidores, poupadores e doadores conscientes”, acrescenta.

Lições para cada idade

Aos 3-5 anos: As lições de dinheiro nessa idade formam a base para o futuro. Falando de sua própria família, ela diz: “Quando entramos em uma loja, se eu disser: ‘não temos dinheiro para isso’, eles são espertos – eles sabem que temos cartões de crédito”, então, eu digo, ‘estamos aqui para comprar um presente para tal pessoa e não vamos comprar nada para você, porque não estamos aqui para isso’. As crianças então aprendem rapidamente que entrar em uma loja nem sempre significa que você vai comprar algo para elas.

Aos 6-10 anos: Nessa idade, é importante explicar a seu filho: “O dinheiro é finito e é importante fazer escolhas sábias, porque, uma vez que você gasta o dinheiro que tem, não tem mais para gastar”, diz Kobliner. Nessa idade, você também deve acompanhar atividades como economizar, gastar e compartilhar e estabelecer metas. Ademais, é importante começar a envolver seu filho em tomadas de decisões financeiras mais adultas.

Aos 11-13 anos: Nessa idade, você pode mudar de ideia de economizar para objetivos de curto prazo e para objetivos de longo prazo. Apresente o conceito de juros compostos, quando você ganha juros sobre suas economias e também sobre os juros anteriores de suas economias.

Saber como usar o cartão de crédito é o objetivo principal ao se aproximar dos 18 anos. (FONTE: Freepik)

Aos 14-18 anos: Pesquise nos sites das faculdades para ver quanto custa cada uma ao incluir outras despesas além da mensalidade. Mas não deixe o preço desencorajar seu filho. Explique como ganham muito mais os universitários graduados do que pessoas sem diploma universitário, tornando-o um investimento compensador. Se for uma instituição pública, explore os gastos envolvidos com tal.

Por fim, aos 18 anos, talvez a lição mais importante seja: você deve usar um cartão de crédito apenas se puder pagar o saldo total a cada mês. É muito fácil cair em dívidas de cartão de crédito. Nesse momento, explique aos seus filhos como o cartão de crédito pode ser um aliado importante para ganhar pontos, milhas e benefícios.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Esportes
Polícia
Mais Notícias