CORONAVÍRUS

No Maranhão

935
1
88
1
ASSEMBLEIA

Deputado pede que Governo do Maranhão adie pagamento de IPVA e reduza ICMS para ajudar empresários

A quarentena inicial de 15 dias coloca em dúvida no tempo que a atividade econômica vai ficar paralisada no Brasil

Foto: Reprodução

Até agora as autoridades tem dedicado os esforços para as ações na área sanitária diante a crise provocada pela pandemia do COVID-19. As respostas no impacto econômico-financeiro ainda não chegaram a surtir efeito aos micros e pequenos empresários. 

A quarentena inicial de 15 dias coloca em dúvida no tempo que a atividade econômica vai ficar paralisada no Brasil e quais serão as próximas medidas para não paralisar o Brasil.

O deputado estadual Dr. Yglésio (PROS) protocolou duas medidas que contribuem para diminuir o impacto financeiro nas famílias maranhenses. 

Direcionadas aos pequenos empreendedores, o deputado protocolou indicação para que o Governo do Estado e a Secretaria Estadual da Fazenda minore a alíquota do ICMS enquanto durarem os efeitos do novo coronavírus. Outra medida que vai aliviar o orçamento das famílias é o adiamento da cobrança do IPVA para o mês de outubro. 

“A chegada do novo coronavírus ao Maranhão trouxe também problemas econômico-financeiros para diversas famílias, principalmente para comerciantes, trabalhadores autônomos e os micros e pequenos empreendedores. Inevitavelmente o dinheiro parou de chegar ao bolso do trabalhador, atrapalhando todo o planejamento financeiro das famílias que dependem do seu negócio para se sustentarem.”, disse o deputado Yglésio.

O deputado pede que o governo reduza o ICMS para micro e pequenas empresas, porém não diz em sua indicação o tamanho da redução. Também não apresenta estudos de viabilidade para a medida. 

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias