CULTURA

Cesar Teixeira lança disco “Camapu” nesta quarta-feira

Autor de clássicos da música maranhense e brasileira como “Oração Latina”, “Boi da Lua” e “Bandeira de Aço”, o cantor e compositor maranhense lança novo CD no Teatro Arthur Azevedo

O cantor e compositor maranhense Cesar Teixeira lança nesta quarta-feira, 18, seu novo CD, intitulado “Camapu”. O lançamento ocorre em formato de show a partir das 20h, no Teatro Arthur Azevedo. Com um repertório inspirado nos ritmos da cultura popular maranhense como o bumba-meu-boi, tambor de crioula, coco da roda, divino espírito santo e outros ritmos tradicionais do Maranhão, o artista sobe ao palco para mostrar ao público um trabalho primoroso com várias músicas inéditas.

O show de lançamento de “Camapu” terá a participação especial de grandes nomes da música maranhense como Flávia Bittencourt, Claúdio Lima, Criolina, Célia Maria, Lena Machado, Rosa Reis e Mairla Oliveira. Com duração de 90 minutos, o show tem direção musical de Rui Mário, que também participa do show no piano e na sanfona, percussão de Wanderson Silva e Marquinhos Carcará, violão de Mano Lopes, flauta de João Neto, violoncelo de Jorlielson Lima e back vocal de Regina Oliveira, Natália Coelho e Mairla Oliveira.

Ingressos

Os ingressos do show serão trocados por 01 quilo de alimento não perecível, que vão poder ser trocados na bilheteria do Teatro Arthur Azevedo. Esses alimentos serão doados para famílias carentes do bairro do Desterro, localizado no centro histórico de São Luís, capital maranhense.

Sobre o disco

“Camapu”, título do CD e de uma música de César Teixeira, refere-se a uma planta herbácea do gênero Physalis, cujos frutos agridoces eram vendidos pelas ruas de São Luís do Maranhão em grandes cofos de pindoba. Embora considerada “erva daninha”, a planta é muito utilizada na medicina popular, sendo atualmente objeto de pesquisa para o tratamento de doenças neurodegenerativas.

O disco tem projeto cultural de Associação Cultural da Música Maranhão, com elaboração e coordenação geral de Josias Sobrinho; produção geral de Lena Santos e Ópera Night; direção musical de Rui Mário; arranjos de Cesar Teixeira com colaboração de músicos e técnicos; equipe técnica de Cid Campelo, Felipe Huyly e Hugo Away; projeto gráfico de Ton Bezerra; diagramação de Marcos Caldas e masterização do Estúdio Master Turbomastering Oswaldo Martins.

O novo disco, que conta com o patrocínio do Governo do Estado do Maranhão e Grupo Mateus, através da Lei de Incentivo à Cultura, é recheado de composições inéditas do artista e outras que já fazem parte do cancioneiro maranhense desde o início de sua carreira nos anos 70, mas que nunca tinham sido gravadas, exceto “Boi da Lua” e “Aves de Rapina”. O cd, gravado no estúdio Base SLZ, conta com 12 faixas, entre os destaques, além da faixa-título “Camapu”, estão: “Juçara”, “Boi de Medonho”, “Professor Bibi”, “Toada de Passarinho”, “Baiãozinho”, “Lua do Mangue”, “Forró do Corta-Jaca, dentre outras.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS