SAÚDE

SES confirma 3º caso de morte por meningite em São Luís

Taynara Sousa dos Santos foi a terceira vítima de meningite na capital maranhense, entre os meses de fevereiro e março deste ano

A morte repentina da estudante de 16 anos, Taynara Sousa dos Santos, voltou a preocupar moradores da capital maranhense. Ela é a terceira vítima de meningite na região, entre os meses de fevereiro e março deste ano. Internada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Cidade Operária, a jovem já havia demonstrado mal estar na escola e veio a óbito dois dias depois, 11.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que “houve a confirmação de casos de meningite com evolução para óbito, três vezes neste ano, sem qualquer tipo de vínculo entre si, em São Luís”. A SES ainda reforçou que as famílias e demais pessoas que tiveram contato com as vítimas foram avaliadas e receberam a medicação para a quimioprofilaxia, seguindo Protocolo do Ministério da Saúde.

Fiscais da Vigilância Sanitária (Foto: Reprodução)

Segundo professores e funcionários da Escola Estadual Pedro Álvares Cabral, com cerca de 1.200 alunos, nenhuma vistoria da Vigilância Sanitária tinha sido realizada nos últimos meses, fato que só ocorreu após a morte de Taynara. Outros casos de meningite também nunca haviam sido registrados naquela unidade escolar até o momento.

Outras mortes por meningite na capital em 2018

O estudante de jornalismo Lucas Gabriel, de 21 anos, faleceu no dia 27 de fevereiro após passar mal e ser atendido em hospital particular de São Luís.

Foto: Reprodução

Deborah Sales, de 17 anos, veio a óbito no dia 3 de março. A adolescente foi atendida na Unidade Mista do bairro do Bequimão.

Meningite

A meningite é uma inflamação das meninges, que são as membranas que envolvem o cérebro. A maioria dos casos são provocados por vírus ou bactérias, mas a doença também pode ser transmitida via fungos.

Os primeiros sinais de meningite, que aparecem de algumas horas ou até dois dias após a infecção, podem ser confundidos com sintomas da gripe. Veja:

Febre alta repentina
Forte dor de cabeça
Pescoço Rígido
Vômitos
Náusea
Confusão mental e dificuldade de concentração
Convulsões
Sonolência
Fotossensibilidade
Falta de Apetite
Rachaduras e manchas vermelhas na pele

Vacinas

Existem quatro vacinas contra a Meningite. São elas: a vacina contra Meningite B, C, a vacina pneumocócica e a vacina conjugada contra Haemophilus influenzae tipo B. Todas  protegem contra um tipo diferente da doença.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS