SAÚDE

SES descarta surto de meningite em São Luís

Duas mortes registradas na última semana levantaram suspeitas de que a capital maranhense pudesse estar passando por surto da doença

Reprodução

A Superintendência de Epidemiologia e Controle de Doenças descartou a existência de um surto de meningite em São Luís. A informação foi confirmada através da Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio de nota.

As suspeitas do surto da doença começaram por conta da morte de dois jovens na capital – casos isolados, segundo a Secretaria. O estudante de jornalismo Lucas Gabriel, de 21 anos, faleceu no dia 27 de fevereiro após passar mal e ser atendido em um hospital particular de São Luís.

A segunda jovem, Deborah Sales, de 17 anos, veio a óbito neste sábado, 3. A adolescente foi atendida na Unidade Mista do bairro do Bequimão.

“A confirmação dos dois casos foi feita pela equipe médica dos hospitais (confirmação clínica compatível), com base nos critérios de definição de casos suspeitos com presença de petéquias (meningococcemia)”, informou a nota.

Ainda de acordo com a Secretaria, as famílias, profissionais e demais pessoas que tiveram contato com as vítimas foram avaliadas e receberam medicação para a quimioprofilaxia, seguindo Protocolo do Ministério da Saúde.

Leia a nota na íntegra:

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que a Superintendência de Epidemiologia e Controle de Doenças descarta a existência de um surto de meningite no município de São Luís.

Houve a confirmação da doença, com evolução para óbito, em dois casos, nos dias 27 de fevereiro e 3 de março deste ano, sem qualquer tipo de vínculo entre si.

A confirmação dos dois casos foi feita pela equipe médica dos hospitais (confirmação clínica compatível ), com base nos critérios de definição de casos suspeitos com presença de petéquias (meningococcemia).

A SES esclarece que os hospitais, pertencentes à rede privada da saúde, não informaram os casos ao Serviço de Verificação de Óbito (SVO), o que impossibilitou a confirmação via exame laboratorial.

A Secretaria reforça que as famílias e demais pessoas que tiveram contato com as vítimas foram avaliadas e receberam a medicação para a quimioprofilaxia, seguindo Protocolo do Ministério da Saúde.

Por fim, a SES informa que mantém contato constante com as Coordenações de Vigilância Epidemiológica dos Municípios e Unidades Regionais de Saúde para o acompanhamento de registro de casos de doenças transmissíveis, estando atenta às notificações, apoiando e executando ações de prevenção e controle, como neste caso, atuando junto com a Secretaria Municipal de Saúde de São Luís.

Meningite

A meningite é uma inflamação das meninges, que são as membranas que envolvem o cérebro. A maioria dos casos são provocados por vírus ou bactérias, mas a doença também pode ser transmitida via fungos.

Os primeiros sinais de meningite, que aparecem de algumas horas ou até dois dias após a infecção, podem ser confundidos com sintomas da gripe. Veja:

Febre alta repentina
Forte dor de cabeça
Pescoço Rígido
Vômitos
Náusea
Confusão mental e dificuldade de concentração
Convulsões
Sonolência
Fotossensibilidade
Falta de Apetite
Rachaduras e manchas vermelhas na pele

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS