WORKSHOP

Na Batida do Reggae em homenagem a Bob Marley

A palestra, seguida de uma aula prática de bateria e tambores, cânticos, exibição de vídeos e entrevistas exclusivas com artístas jamaicanos, finalizando com uma grande roda de tambores afro-jamaicanos

Lucas Kastrup (Foto: Reprodução)

Em homenagem pela passagem do aniversário de Bob Marley, comemorado em 6 de fevereiro, acontece hoje, dia 7, às 20h, no Odeon Sabor e Arte, no Centro Histórico de São Luís, o workshop-oficina Na Batida do Reggae, do músico, fundador e compositor da banda Ponto de Equilíbrio, o carioca Lucas Kastrup.

Lucas Kastrup é baterista e um dos compositores da banda de reggae Ponto de Equilíbrio (Foto: Reprodução)

A ideia é realizar um grande encontro musical para celebrar e conhecer melhor as origens do reggae e da Jamaica. Kastrup também é antropólogo e pesquisador musical. Ele já apresentou este trabalho em 25 cidades, mas esta será a primeira vez aqui na Ilha, com o workshop, pois já veio algumas vezes com sua banda, e está de passagem pela cidade, para realizar pesquisas musicais. O evento contará ainda com as participações especias de alguns artístas e DJs da Ilha como: Joaquim Zion, Célia Sampaio, Márcio Maguelo e Chico Nô.

Lucas Kastrup apresentará uma palestra, seguida de uma aula prática de bateria e tambores, cânticos, exibição de vídeos e entrevistas exclusivas com artistas jamaicanos, finalizando com uma grande roda de tambores afro-jamaicanos (Nyahbingui). A noite segue com uma canja dos artistas Célia Sampaio e Chico Nô, dentre outros que estarão presentes no workshop. Na sequência, muito reggae de Bob Marley ao som da Rádio Zion e Maré de Som, com Joaquim Zion e Márcio Maguelo. O Odeon Sabor e Arte fica na Praia Grande, Beco da Pacotilha. A entrada custa R$ 20.

Segundo Lucas Kastrup, Na Batida do Reggae propõe um diversificado estudo sobre ritmo. Durante palestra, Kastrup narra o contexto histórico da música jamaicana, desde a batida burru dos tambores africanos no período da colonização espanhola e inglesa, até o momento da independência da Jamaica, que nos anos 1960 esteve atrelado ao surgimento do ska e, este, passando pelo rocksteady, originou a música reggae.

Kastrup também apresenta os principais desdobramentos do reggae, do final dos anos 1960 aos anos 1980, através de exemplos que demonstra na bateria, com músicas que coloca para tocar e projeções de imagens e mapas, fotos clássicas dos mestres do reggae e de capas de discos, partituras, além de trechos de vídeos inéditos com entrevistas feitas pelo próprio Lucas Kastrup com artistas jamaicanos. As atividades seguem com a apresentação de cânticos, na batida do coração nyahbinghi (música tradicional do tambor afro-jamaicano).

MOSTRAR MAIS