ESTADUAL

Cordino é favorito diante do Santa Quitéria

O time estreia no Campeonato Maranhense diante da sua torcida contra o Santa Quitéria neste sábado, 21, às 15h45, no Estádio Leandrão

Foto: Reprodução

O vice-campeão maranhense Cordino estreia no Campeonato Maranhense diante da sua torcida contra o Santa Quitéria, hoje, às 15h45, no Estádio Leandrão.

A partida marca o retorno da equipe a sua sede. A Onça teve que atuar em Imperatriz no confronto da Copa do Nordeste contra o Treze e deve mandar o seu jogo diante do Náutico na Copa do Brasil, no Estádio Castelão. Nas duas competições, regidas pela CBF, foi exigida uma capacidade maior que a do Leandrão.

Após a eliminação no Nordestão, o técnico Leandro Lago ganhou o reforço do artilheiro Ulisses, que foi desfalque em Maceió por conta de uma lesão muscular. Seu posicionamento em campo agora depende da condição de Jonas Piu-Piu, que se recuperou de uma pancada no joelho, mas aguarda a hora do jogo para atuar.

Caso Piu-Piu entre, Ulisses deve jogar mais recuado no meu campo. Se Piu-Piu ficar de fora, Keulson entra no meio-campo e o artilheiro fará dupla de ataque com Daniel.

O atacante De Maria, que se recuperou de um problema no joelho, ainda segue fora. O jogador vem realizando trabalho de transição física e ainda não tem retorno definido.

Para a partida contra o Santa Quitéria, o Cordino tem a seguinte formação provável: Alberto; Michel; Da Silva, Emerson e Renan; Junior Negão, Regis Pitbull (Gualberto), Alisson e Ulisses; Diego e Jonas Pipiu.

O técnico Marquinhos Fumê mantém o clima de mistério na Raposa e não definiu a equipe titular que irá a Barra do Corda, mas uma certeza que há e que o Santa Quitéria vai entrar em campo com sua força máxima. Não há nenhuma atleta vetado por conta de suspensão ou problema médico.

O veterano meia Kléo é a principal arma para surpreender o Cordino. O jogador deve ser o responsável pelas bolas paradas da equipe e os treinamentos foram voltados para maximizar esse ponto forte da equipe.
O Santa Quitéria irá jogar com Santos; Deivid, Renato Felix, Héider e Carneirinho; Rodrigo Correia, Nikito, Kléo e Rodrigo Sá; Alessandro e Marlon.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS