FOLIA

Blocos, baile e feijoada no pré-carnaval da Ilha

Para quem gosta de folia, O Imparcial separou algumas dicas para todos que querem curtir a folia de Momo com ou sem fantasia. A ideia é botar o bloco na rua e se divertir

Reprodução

O pré-carnaval em São Luís continua animado. Para quem gosta de folia, O Imparcial separou algumas dicas para todos que querem curtir a folia de Momo com ou sem fantasia. A ideia é botar o bloco na rua e se divertir. Confira abaixo as atrações que prometem agitar o sábado.

Baile Rosamarela

E hoje acontece a primeira edição do Baile Rosamarela, a partir das 20h, na Casa do Maranhão, no Centro Histórico. A festa terá como atração o cantor e compositor Neguinho da Beija-Flor, As Brasileirinhas, Banda Nina Show, Bateria da Favela do Samba e Bateria da Turma de Mangueira com direito a open bar de caipirinha. A festa leva a assinatura das escolas de samba de São Luís Turma de Mangueira e Favela do Samba, que uniram-se nesta produção com a intenção de fortalecer a cena do carnaval maranhense. A melhor fantasia do baile ganhará como prêmio a quantia de R$ 500. O ingresso custa o valor de R$ 30 (meia: R$ 15).
Segundo Itamilson Correa Lima, que é presidente da Liga das Escolas de Samba de São Luís e presidente da Escola de Samba Tuma de Mangueira, o baile está sendo visto como uma opção de lazer e entretenimento dos apaixonados pelo carnaval e principalmente por aqueles que gostam do carnaval feito pelas escolas de samba. “Percebemos que São Luís é uma cidade muito carente, precária e desassistida neste sentido de eventos que promovam esta forma de carnaval. A ideia é aproximar a sociedade e o movimento de resistência do carnaval de passarela em uma grande festa que contará com um dos grandes representantes do samba: Neguinho da Beija-Flor”, explicou Itamilson Lima.

Feijoada do Zoombido

E acontece hoje, a partir das 13h, a 20ª edição da Feijoada do Zoombido, no Palazzo Eventos, em frente ao Colégio do Maristas. A festa terá como atração principal o cantor Neguinho da Beija-Flor e suas mulatas, além da participação do grupo Amigos do Samba e Banda Reprise. Camisas à venda em toda rede das Óticas Diniz e na bilheteria do clube. “São duas décadas de muita alegria e descontração de uma festa que reúne empresários e toda a sociedade maranhense. A Feijoada do Zoombido é grande sucesso e já faz parte do calendário carnavalesco da Ilha”, disse o apresentador Zé Cirilo. Durante a festa, Neguinho da Beija-Flor vai relembrar os grandes carnavais da escola de samba carioca Beija-Flor, que leva para o sambódromo o Samba-Enredo 2018 – Monstro É Aquele Que Não Sabe Amar (Os Filhos Abandonados da Pátria Que Os Pariu). O enredo fará uma extensa crítica à sociedade brasileira, incluindo o campo político e a intolerância religiosa. Como mote, Frankenstein, personagem que compõe a logo do tema e que, segundo a sinopse, “nos coloca frente a frente à nossa capacidade de repudiar o que é estranho e diferente, de negar amor ao que não compreendemos”, sendo ele “a nossa realidade invertida, a nossa culpa escancarada e jogada em nossas caras, mas que da qual fugimos e negamos qualquer responsabilidade”. A história de Frankenstein, da britânica Mary Shelley, completa 200 anos em 2018.

Bloco Bota pra Moer

Bloco da dupla formada por Alê Muniz e Luciana Simões faz segundo ensaio aberto hoje, na Praça Manuel Beckman, em frente ao Fanzine, na Beira-Mar, a partir das 16h. Programação de 12 de fevereiro, segunda-feira de carnaval, terá ainda Fuzileiros da Fuzarca, Bateria da Favela do Samba e Rosa Reis. “Se o mundo vai acabar em carnaval a gente não sabe, mas que a mulher do fim do mundo tá vindo aí e vai botar pra moer, a gente garante!”, afirma Luciana Simões ao confirmar a presença da cantora Elza Soares. O bloco integra a programação oficial do carnaval maranhense, que fará o circuito pela Avenida Beira-Mar, Centro da capital, entre 16h e 20h30.
O nome do bloco é uma homenagem à memória de Bota pra Moer, personagem da cidade que marcou os anos 50 e 60 – mistura de louco e gênio que fez história no imaginário popular. “A ideia é levar pra rua a mensagem de que é preciso estar atento e forte, que a alegria é revolucionária. Esse personagem nos inspira a resistir e a ocupar a rua sem temer”, afirma Alê Muniz.
Alê Muniz e Luciana Simões escreveram em parceria com o poeta Celso Borges o frevo Bota pra Moer, que traduz o espírito que eles querem imprimir ao bloco. “Semana que vem, vamos divulgar o clipe nas redes sociais, com participação de grandes nomes da música brasileira cantando o nosso frevo. Aguardem!”, avisa Luciana. A música é o carro-chefe do repertório do bloco, que terá ainda clássicos do carnaval brasileiro, além de releituras de canções de Jorge Benjor, Sérgio Sampaio, Beth Carvalho, Caetano Veloso e Zé Ramalho, entre outros.

Bloco da Imprensa

Tambor de Crioula de Mestre Apolônio, Grupo de Pagode Sambaceuma, Bloco Tradicional Os Feras, Banda Marabloco, Bateria Explosão da Turma do Quinto, Show de Gabriel Melônio e a Banda Bandida serão as atrações que vão animar a última concentração do Bloco da Imprensa, hoje, a partir das 17h, em frente ao Bar do Porto, localizado na área da Praia Grande, no Centro Histórico de São Luís. Neste ano, o cordão carnavalesco da Comunicação chega a sua 20ª edição, e esta é a décima vez que acontece na área da Praia Grande trazendo como tema Questão de Gênero, Número e Grau. O Bloco da Imprensa se reúne desde o ano de 1998 e já teve como concentrações a Avenida Litorânea, o bairro Madre Deus e o Abrigo da João Lisboa. A organização do cordão carnavalesco dos comunicadores traz, de novo, a segunda versão do tradicional Baile da Imprensa, que vai acontecer no próximo dia 2 de fevereiro, a partir das 19h, na Casa do Maranhão, na Praça dos Catraieiros, localizada na área da Praia Grande, no Centro Histórico de São Luís.

MOSTRAR MAIS