CRISE NO PSDB

Pelo menos 20 prefeitos deixarão o PSDB após saída de Brandão

A certeza de que eles sairão após desfiliação de Brandão, porém, não é a garantia de que ingressarão no PRB

Foto: Presidente afastado do PSDB, o vice-governador Carlos Brandão fez acordo com tucanos para manter o silêncio no partido

Com a saída do vice-governador Carlos Brandão o PSDB vai perder pelo menos 20 prefeitos. Essa é a conta feita por ele após jantar de anúncio de seu ingresso no PRB, partido no qual se filiará para disputar as eleições de 2018.

A certeza de que eles sairão após desfiliação de Brandão, porém, não é a garantia de que ingressarão no PRB. “Nos municípios nem sempre o PRB é o melhor caminho para esses prefeitos. Por isso eles continuam as conversações para decidir qual o melhor destino”, comentou Brandão, por meio de sua assessoria.

No jantar, participaram dezenas de prefeitos, vices-prefeitos e vereadores. Entre eles, os ainda tucanos: suplente de senador Pinto Itamaraty; deputado estadual Marcos Caldas; prefeitos de São José de Ribamar, Luis Fernando; de Alto Parnaíba, Rubens Japonês; de Bom Jardim, Dr. Francisco; de Gonçalves Dias, Toinho Patioba; de Governador Eugênio Barros, Da Luz; de Timbiras, Dr. Borba e do presidente do PSDB de Timon, Daniel Coimbra.

“Existem contextos políticos em nossos municípios, sabemos, que talvez não nos permitam estar no mesmo partido de Brandão. Mas é exatamente em respeito e consideração a pessoa dele e no que acreditamos ser correto para o Maranhão que sairemos, todos, do PSDB. Cada liderança buscará o caminho sensato, em sua cidade, para que possamos continuar caminhando juntos. O que construímos juntos ninguém irá destruir”, avaliou a prefeita Da Luz.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS