CRESCIMENTO

Maranhão é o 13º estado que mais empregou no Brasil em outubro

No Maranhão, a microrregião que mais criou empregos foi a de Imperatriz. Em segundo lugar, a Região Metropolitana de São Luís, com 364 empregos gerados

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) informam que, em outubro, o Maranhão registrou a criação de 932 novos postos de trabalho com carteira assinada. Na capital São Luís, o saldo foi de 305 vagas. O número representa crescimento de 0,20%, colocando o estado na 13ª posição entre as unidades federativas brasileiras. Ao todo, no Brasil, foram 76 mil pessoas contratadas.

O setor responsável pelo boom foi o comércio, que, com a chegada do período natalino, contratou mais e contribuiu para a geração de emprego. Só neste ramo, foram 688 vagas criadas em outubro.

A única região do Maranhão que apresentou, em soma, défict na geração de empregos foi o Leste Maranhense, integrado pelo Baixo Parnaíba (59), Caxias (136), Chapadas do Alto Itapecuru (7), Chapadinha (16), Codó (48) e Coelho Neto (-927). Na região, foram fechados 661 postos de trabalho em outubro. O Norte Maranhense encerrou o mês com 479 vagas criadas; o Oeste, com 377; Centro com 337; e Sul com 400 postos gerados.

A microrregião maranhense que mais criou vagas de emprego em outubro foi a de Imperatriz, com 431 postos. Em segundo lugar, a Região Metropolitana de São Luís, com 364 empregos gerados, seguida por Balsas, com 289 postos.

MOSTRAR MAIS