POLÍTICA

Veja como cada deputado do MA votou na segunda denúncia contra Temer

Michel Temer foi denunciado pela Procuradoria Geral da República (PGR) pelos crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça

Foto: Divulgação

Na noite desta quarta-feira, 25, os deputados federais votaram novamente sobre o encaminhamento da denúncia da Procuradoria Geral da República (PGR) contra os ministros Eliseu Padilha (PMDB), Moreira Franco (PMDB) e o Presidente Michel Temer, pelos crimes de organização criminosa e obstrução à Justiça.

No total foram 251 votos a favor, 233 contra, duas abstenções e 25 ausências. Sendo assim, o processo contra Temer ficará parado enquanto ele exercer o cargo de presidente do país. Ou seja, até dezembro de 2018. Quanto ao envolvimento de Padilha e Moreira Franco, o Supremo Tribunal Federal ainda irá definir como ficará o processo.

A maioria da bancada maranhense no senado, 11 deputados, votou a favor do arquivamento da denúncia contra o presidente Michel Temer. Apenas seis deputados federais votaram “não”, autorizando que a denúncia seja investigada pelo Supremo Tribunal Federal.

Primeira votação

Na primeira votação, que aconteceu em 2 de agosto, 11 deputados votaram “sim” e sete votaram “não”. Já a deputada Luana Costa (PSB), que votou “não” na primeira, se ausentou nesta quarta.

Confira como votaram os deputados na segunda denúncia:

Votaram contra o arquivamento da denúncia (NÃO)

Eliziane Gama (PPS)
Julião Amin (PDT)
Rubens Pereira Júnior (PCdoB)
Waldir Maranhão (PP)
Weverton Rocha (PDT)
Zé Carlos (PT)

Votaram a favor do arquivamento denúncia (SIM)

Sarney Filho (PV)
Aluísio Mendes (Pode)
André Fufuca (PP)
Cleber Verde (PRB)
Hildo Rocha (PMDB)
João Marcelo Souza (PMDB)
José Reinaldo (PSB)
Júnior Marreca (PEN)
Juscelino Filho (DEM)
Pedro Fernandes (PTB)
Victor Mendes (PSD)

Ausente

Luana Costa (PSB)


ERRATA

Conforme explicamos desde a publicação desta matéria, a deputada Luana Costa (PSB) disse “não” na primeira votação, sendo contra o arquivamento da denúncia, e não esteve presente nesta segunda votação, realizada quarta-feira, dia 25. Pedimos desculpas pela duplicidade do seu nome na categoria dos que votaram a favor do arquivamento da denúncia. 

MOSTRAR MAIS