RECEITA CASEIRA

Clarear os dentes com carvão? Entenda a técnica que promete um sorriso mais branco

Conheça as receitas curiosas têm feito sucesso nas redes sociais. Especialistas, no entanto, não recomendam as práticas

Quem é que não quer ter um sorriso bonito? Ele é a porta de entrada, o cartão de visitas de qualquer pessoa, e pode alavancar a auto-estima se bem cuidado. Entre as principais preocupações, está a cor da dentição: com os desgastes e ingestão de alimentos como açúcar, café e produtos industrializados, os dentes vão ficando amarelados, o que gera incômodo entre muitas pessoas.

Para melhorar a aparência do sorriso, surgem alternativas naturais (e um pouco duvidosas), acessíveis ao bolso, como o uso do carvão ativado, cúrcuma e até violeta genciana. Conheça as técnicas que causam controvérsias e são utilizadas pelos corajosos:

Carvão ativado

É isso mesmo: tem gente usando carvão para deixar os dentes mais claros. Mas não é qualquer um. O recomendado é utilizar aqueles que são para uso medicinal, vendido geralmente em cápsulas, nas farmácias. Basta adicionar o carvão à escova de dente e escovar delicadamente por um minuto. Após isso, é só enxaguar com abundância e escovar os dentes como de costume. O carvão ativado tem alta capacidade de absorção, por isso retira as manchas dos dentes.

Cúrcuma

A cúrcuma, além de ser 100% natural, tem ação antisséptica, anti-inflamatória e antibiótica. Para utilizar nos dentes, basta misturar o açafrão da terra com um pouco de óleo de coco, até formar uma pasta homogênea. Então, é só escovar como de costume, e enxaguar abundantemente.

Violeta genciana

É isso mesmo! Tem gente que utiliza aquele líquido roxo conhecido por suas propriedades antissépticas e antimicóticas para clarear os dentes. Como? É só misturar meia colher de chá de óleo de coco com uma gota da violeta, escovar os dentes por cerca de um minuto e enxaguar abundantemente. A receita, no entanto, pode manchar as obturações.

 

Controvérsias

Apesar de acessíveis e, no geral, naturais, especialistas alertam: às vezes o barato sai caro. Além de as receitas serem apenas temporárias, ou seja, em pouco tempo as manchas podem voltar pelo consumo de certos alimentos, os produtos podem desgastar a camada mais externa e pigmentada dos dentes – o esmalte. Além disso, segundo os dentistas, não há estudos que comprovem os benefícios das técnicas.

E aí, tem coragem?

MOSTRAR MAIS