Novas Negociações

Brasil e EUA conversam sobre Base de Alcântara

Negociação que começou há mais de 15 anos tem proposta reformulada e volta a ser assunto entre ambos os países.

Base de lançamento de Alcântara.

Há dois meses, o Brasil encaminhou novamente ao Governo dos Estados Unidos proposta que libera a utilização da Base de Alcântara para lançamento de foguetes pela potência norte americana. Negada num primeiro momento, pelo Congresso brasileiro, com argumento de que estaria violando a soberania nacional, a proposta foi reapresentada após revisão do ministro da Defesa, Raul Jungmann.

“Agora é um momento novo e um momento de avaliação das propostas feitas. Temos que esperar a avaliação”, declara o embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Michael McKinley, reforçando que as exigências americanas de segurança e proteção de informações continuam iguais. Além de proporcionar passe livre aos Estados Unidos, a proposta também disponibiliza a base maranhense para outros países que façam uso deste tipo de tecnologia.

Em Junho deste ano, O Imparcial publicou matéria sobre a disponibilidade da Base de Alcântara para os Estados Unidos e outros países. “Está pronta e acabada, é só virar a chave. Com aquela localização [privilegiada], a gente precisa, de fato, gerar recursos”, declarou o Raul Jungmann na época.

Ainda não há data para que a análise da proposta reformulada seja concluída.

Base de Alcântara vista por cima.

MOSTRAR MAIS