Na disputa

Piloto maranhense segue para etapa final do Rally dos Sertões

Após falhas no equipamento nas etapas iniciais da disputa, Marcelo Medeiros recupera posições e se mantem no terceiro lugar para última etapa do circuito que ocorre hoje (26) na região de Bonito (MS)

Reprodução

O maranhense Marcelo Medeiros (Yamanha Raptor 700-Taguatur Racing/CEMAR), completou a sexta e penúltima etapa do 25º Rally dos Sertões em 1º entre os quadriciclos em 3º colocado na classificação geral do dia da modalidade. Uma especial mais curta de 194,91 quilômetros, totalizando um percurso de 429,45 quilômetros foi o suficiente para o piloto fazer uma boa prova e conquistar sua quarta vitória, somando o prólogo (tomada de tempos), das sete etapas programadas deste ano para a competição.

“Consegui ter o desempenho desejado e cumpri com o objetivo traçado”, contou Medeiros. “Uma etapa diferente pelo tipo de terreno que pegamos, em um pantanal às vezes. Um pouco de lama atravessando fazendas, então dificultou bastante para passar com o quadriciclo, sujando todo o equipamento de navegação. Mas, tirando isso, conseguimos manter um ritmo bom completando em primeiro. A meta é a mesma para a sétima e última etapa”, explicou o piloto do quadriciclo (#102).

Neste sábado, 26, será outro grande teste de resistência para Marcelo Medeiros. É dia de encerrar o último dia do rali, que também não dará moleza, o percurso total terá 420,78 quilômetros (especial de 240,45 quilômetros) até Bonito, distante 298 quilômetros da capital sul-mato-grossense, que recebe o segundo maior rali cross country de velocidade do mundo pela primeira vez.

“O percurso deve ser bem parecido com o de ontem. Começa bem rápida e segue por fazendas com trechos bem sinuosos. Depois, por trechos de trial com muitas pedras. Nos últimos quilômetros, a prova volta a ficar rápida até a chegada. Tem muita disputa pela frente, vamos revisar o equipamento e acelerar rumo à Bonito”, contou Marcelo Medeiros, de 28 anos.

Após percorrer mais de 3.300 quilômetros de disputas e passar pelas cidades de Goiânia, Goianésia, Santa Terezinha de Goiás, Aruanã, em Goiás; Barra do Garças, no Mato Grosso; Aquidauana e Bonito, no Mato Grosso do Sul, a caravana do Rally dos Sertões terá chegada na Praça da Liberdade, na Rua Coronel Pilad Rebuá, a partir das 12 horas. A festa de premiação dos campeões do Sertões acontecerá a partir das 21 horas, no mesmo local.

Marcelo Medeiros conta com patrocínio da CEMAR, através da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte, no Rally dos Sertões. O apoio é da Taguatur Fiat, Agência Oito e Mardisa Mercedes.

Resultados da 6ª etapa – Quadriciclos (extra-oficiais):

1º – #102 Marcelo Medeiros, Taguatur Racing, 2h23m30s35 

2° – #106 George Ximenes, Girao Team, 2h25m11s42

3° – #103 Diogo Zonato, Zona Racing, 2h35m35s80

4º – #107 Milton Martens, Martens Racing, 2h50m13s65

5° – #101 Geison Belmont, Meikon Rally Team, 3h30m00s00

 

Classificação acumulada (após seis etapas) – Quadriciclos (extra-oficiais):

1° – #106 George Ximenes, 24h39m48s86

2° – #103 Diogo Zonato, 24h39m49s24

3° – #105 Pedro Costa, 26h49m40s81

4° – #107 Milton Martens, 26h:57m29s21

5° – #101 Geison Belmont, 35h40m41s13

6° – #104 Michael Dias, 39h15m27s83

7° – #102 Marcelo Medeiros, 51h38m49s44

 

Confira a programação do Rally dos Sertões – 25 anos

26/08/2017 – 7ª e última etapa

Aquidauana (MS) – Bonito (MS)

Deslocamento Inicial – 128,62 km
Trecho Cronometrado – 240,45 km
Deslocamento Final – 51,71 km
Total do dia: 420,78 km

Percurso total do Rally dos Sertões – 3.300,06 km

Especiais (trechos cronometrados) – 1.999,52 km (60,59 %)

 

Cerimônia de Premiação

12h – Previsão de chegada primeiro competidor

21h – Cerimônia de premiação

Local: Praça da Liberdade  – Rua Coronel Pilad Rebuá – Bonito/MS