Festival

Inscrições para Semana Maranhense de Dança estão abertas

Evento que ocorre de 30 de outubro a 05 de novembro terá como novidade a presença de grupos de dança de rua

Reprodução

Mais uma novidade será lançada na XI Semana Maranhense de Dança que acontecerá do dia 30 de outubro a 05 de novembro: A Batalha de Danças Urbanas Negro Cosme (Batalha de Cosme).

Pela primeira vez uma programação como essa será promovida dentro da Semana Maranhense de Dança e contemplará dançarinos, grupos e companhias de dança de rua. Esse estilo de dança é caracterizado por movimentos produzidos dentro da ambiência urbana.

Como o próprio nome diz, a batalha será uma competição entre dançarinos e ao final serão premiados os três melhores segundo o júri técnico. A escolha dos jurados é de responsabilidade da organização da XI Semana Maranhense de Dança e os nomes serão divulgados dias antes do evento.

As inscrições para a batalha iniciam-se nesta segunda-feira (28) no site do Teatro Arthur Azevedo e encerram no dia 14 de setembro. Podem se inscrever dançarinos que participem ou não de grupos e companhias de danças de rua.

A seleção dos dançarinos ocorrerá em duas etapas classificatória, em que serão selecionados 16 dançarinos numa audição presencial, e eliminatória que é a própria batalha na Praça Nauro Machado. Os critérios de avaliação serão: musicalidade, técnica e corporeidade, originalidade dos movimentos e atitudes.

A batalha acontecerá em duplas, 1×1: cada dançarino terá um minuto para demonstrar ao público sua dança e passar pela avaliação do júri. Os confrontos serão eliminatórios e passaram pelas seguintes fases: oitavas de final, quartas de final, semifinal e final.

Os três dançarinos que tiverem melhor desempenho receberão as premiações de 1º, 2º e 3º lugar nos valores de R$ 1.500,00, R$ 1.000,00 e R$ 500,00. Além da premiação em dinheiro os premiados também receberão o troféu Ana Duarte. Troféu este que a partir desta edição será oficializado como o troféu oficial da Semana Maranhense de Dança.

Ana Duarte foi uma bailarina de dança popular do Maranhão e participou ativamente de atividades de cultura popular enquanto viva. Foi vitima de latrocínio em março do ano passado. O troféu é uma homenagem a bailarina.
Para mais informações sobre o regulamento e inscrições acesse o site do Teatro Arthur Azevedo ou telefone para 32189900.

MOSTRAR MAIS