Iniciação científica

Inscrições abertas para o Prêmio Fapema 2017

Os interessados podem submeter a inscrição até o dia 25 de setembro. A entrega do prêmio acontecerá no dia 06 de dezembro, no Teatro Arthur Azevedo

O Prêmio Fapema 2017, que este ano homenageia o publicista e jornalista Neiva Moreira, já está com inscrições abertas no site da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema) – www.fapema.br A premiação, que varia de R$ 1.250,00 a R$ 10 mil, será atribuída às categorias Pesquisador Júnior, Jovem Cientista, Dissertação de Mestrado, Tese de Doutorado, Pesquisador Sênior, Periódico Científico, Jornalismo Científico, Inovação Tecnológica, Desenvolvimento Humano, Popvídeo Ciências e Prêmio Homenagem Especial Fapema. As inscrições ficam abertas até o dia 25 de setembro. A entrega do prêmio acontecerá no dia 06 de dezembro, no Teatro Arthur Azevedo.

Com a premiação, o Governo do Estado incentiva a produção científica e tecnológica no Maranhão, por meio do reconhecimento de ações de estudantes, pesquisadores e inventores que tiveram atuação de destaque no estado. Ao falar sobre a homenagem a Neiva Moreira o diretor presidente da Fapema, Alex Oliveira, destacou que ele foi um grande maranhense, homem público e jornalista que se destacou na realização de grandes projetos como o Caderno do Terceiro Mundo, revista brasileira e latino-americana, vendida nas bancas de todo o país.

“Estes foram os elementos que julgamos para fazer essa homenagem a Neiva Moreira exatamente no ano de seu centenário. Uma homenagem ao homem das letras, ao homem que sempre esteve preocupado com a questão da desigualdade social, dos valores subjugados dos povos do Terceiro Mundo” pontou o presidente da Fapema, Alex Oliveira.

Desde o ano passado, o prêmio, que este ano chega a sua 13ª edição, tem como tema uma personalidade maranhense que contribuiu para produção do conhecimento, para a formação de pessoas e para o Estado. Em 2016, o prêmio homenageou a médica e ativista Maria Aragão. “Era uma dívida da ciência com Maria Aragão, que nunca tinha recebido uma homenagem vinda do sistema de ciência e tecnologia na envergadura que foi ter um Prêmio Fapema, inteiramente dedicado a ela”, observou Alex Oliveira.

Além do prêmio em dinheiro, os vencedores do Prêmio Fapema receberão o troféu oficial do concurso e certificado. Pesquisadores que forem indicados como finalistas e não premiados receberão certificado de Menção Honrosa. “A exemplo do ano passado este ano repetiremos a homenagem aos finalistas. Serão três finalistas por categoria agraciados com menção honrosa e um deles, que será divulgado somente no dia da entrega do prêmio, receberá um prêmio em dinheiro”, afirmou o presidente da Fapema.

Novidades

Entre as novidades deste ano estão as categorias Popvídeo e Periódico Científico. Podem concorrer à categoria Popvídeo estudantes do ensino médio ou técnico e graduação vinculados as instituições públicas sediadas no Maranhão que tiveram bolsa Fapema vigentes entre julho de 2016 e junho de 2017. O prêmio será concedido aos vídeos melhores colocados (1º,2º e 3º lugares), contemplando o estudante e o orientador, independente da área de conhecimento. A escolha dos trabalhos vencedores se dará por meio de votação com a participação pública, por meio de redes sociais e no site da Fundação.

O prêmio Periódico Científico será concedido ao periódico com maior pontuação (1º Lugar) vinculado a instituição de ensino superior ou de Pesquisa, do Maranhão, com classificação Qualis, concedida pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), igual ou maior que B2. “Temos, também, mudanças na categoria Pesquisador Júnior. Este ano iremos premiar os três primeiros lugares aumentando o valor do prêmio de acordo com a colocação”, informou o presidente da Fapema.

MOSTRAR MAIS