Perfil O Imparcial

Chagas: um cantador de história e polêmicas

Da infância e adolescência como pescador em Icatu ao êxito como um dos maiores cantadores do Bumba Meu Boi Maranhense

Por: Juliana Ribeiro
Foto: Reprodução

Chagas é um gigante do Bumba Meu Boi maranhense. Fez seu nome no Boi da Maioba, e, após atritos – envolvendo a suspeita de pedofilia, até hoje não confirmada –, firma hoje morada no Boi da Pindoba, depois de ter feito ainda uma breve passagem pelo Boi de São José de Ribamar. Conhecido pela toada “Se Não Existisse o Sol”, um dos grandes hinos do São João do Maranhão, o cantador revela a O Imparcial traços de sua trajetória e das polêmicas por ele vividas.

O cantador atualmente vive da profissão e passa ano inteiro compondo, preparando-se para a temporada junina. “São João pra mim é tudo. Eu vivo do meu trabalho, mas vejo muito pouco do que os governantes fazem pelo Bumba Meu Boi. Minha arma é minha voz”, conta Chagas.

DE PESCADOR À CANTADOR

Quem vê Chagas fora dos trajes de cantador, de óculos escuros, relógio no pulso e smartphone na mão, pode não imaginar sua trajetória árdua. Francisco de Sousa Correa é natural de Icatu, norte do Maranhão, onde nasceu em 16 de junho de 1969. No final dos anos 1980, aos 19 anos de idade, o então pescador foi convidado para cantar uma ou duas toadas no Boi do Sítio do Apicum. Na ocasião, foi prontamente chamado pela diretoria do Boi da Maioba para participar de um dos ensaios do grupo.

É assim, de convite em convite (e depois da autorização da avó), que surge Chagas. “Eu sempre fui fã de Chiador [Maioba], de Humberto [Maracanã]. Fui pegando inspiração”, conta. Ele lembra ainda a insegurança de ter cantado pela primeira vez com o cantador da Maioba – sentimento que logo foi embora com a aclamação dos brincantes: “quando eu vi, já amanheci ‘vadiando’ com Chiador”.

“…E SE NÃO EXISTISSE O SOL?”

Foi esta a questão que surgiu na mente de Chagas numa noite de morte do Boi da Maioba, em 2009. Ele relata que a toada surgiu numa mesa de bar, inspirada em Humberto, que “sempre cantou pro Sol e pra Lua”, explica. Chagas, que tem todas as composições registradas em seu nome, comenta ainda que ficou surpreso com o êxito que a toada alcançou. “Eu nunca imaginei que essa toada fosse pegar esse sucesso todo”, revela o cantador.

POLÊMICAS

Não é segredo para quem acompanha o desenrolar da cultura popular maranhense a situação delicada que o Boi da Maioba enfrentou em 2016, quando Chagas foi acusado de pedofilia por ter supostamente trocado mensagens de teor sexual com uma índia do boi, que tinha na época 13 anos. As circunstâncias ocasionaram o afastamento do cantador.

Chagas nega as acusações, afirmando que não existe registro algum de denúncia contra ele, e lamenta: “o que mais me doeu foi trabalhar numa entidade por 26 anos e pessoas próximas não confiarem no Chagas. Não tem nada registrado contra o Chagas. Armaram pra mim”.

Hoje, após todos os atritos protagonizados por Chagas, o cantador firmou-se na Pindoba. Ele conta que antes o boi nunca havia ensaiado em outros lugares fora da comunidade. “A agenda da Pindoba tá super lotada. Fazer sucesso é importante, manter o sucesso é mais importante ainda”, finaliza.

Exame mental de Lucas Porto é autorizado pela Justiça

O reú, acusado de matar a cunhada Mariana Costa, deverá ser submetido ao exame nos próximos dias pela equipe do Hospital Nina Rodrigues. Prazo é de 45 a 60 dias

Baldez fala sobre desafios da indústria

Em entrevista a O Imparcial, eleito presidente pela terceira vez presidente da Fiema, aponta soluções para crescimento do setor

IPTU pode ser pago com desconto até 5 de julho

Os contribuintes que optarem pelo pagamento da cota única tem direito a um desconto de 15% se realizaram a quitação antes do prazo estabelecido pela Prefeitura de São Luís

Pai da adolescente quer pistas de seu paradeiro

A adolescente Lorena Luiza desapareceu em maio passado e até agora a sua família vive a agonia de não saber do seu paradeiro

Pesquisa reforça uso de flores na produção de mel

Intenção da Embrapa é mapear a flor apícola nos estados do Piauí e Maranhão para incrementar a produção e ajudar na manutenção da mata nativa

Maranhense vence Brasileiro e obtem vaga no mundial

A competição aconteceu no Ginásio do Morumbi, em São Paulo. Com a conquista, o atleta garante vaga para o campeonato mundial, que acontecerá na Hungria

Prefeitura determina ponto facultativo dia 30

Além do feriado municipal na próxima quinta-feira (29), a Prefeitura de São Luís confirma que o Dia de São Marçal será ponto facultativo

Aprenda a fazer bolo de milho com requeijão

Turbine a receita tradicional de bolo de milho, com um ingrediente simples e que deixa o prato macio e suculento

Assalto no Aeroporto de SL termina com dois baleados

Dupla teria tentado roubar a agência do Correios dentro do saguão do aeroporto. Infraero informa que segurança é responsabilidade do estado

Homem mata esposa a golpes de facão

O crime aconteceu no bairro do Coroadinho; o casal estava em processo de separação

Maranhão é o 5º em óbitos por acidentes de motocicletas

Os dados da Polícia Rodoviária Federal, no entanto, apontam que apesar da posição no ranking, entre 2015 e 2016 houve redução de 5,04% no número de acidentes

Defensoria Pública abre ação contra a Cemar

Após o falecimento de uma idosa no bairro do Renascença, a Defensoria iniciou inspeções por toda região metropolitana de São Luís e identificou irregularidades na fiação elétrica e telefônica

'Forró da Moçada' resgata charme das festas caipiras

Organizada desde os anos 1990 pelo jornalista Nedilson Machado, a festa acontece nesta sexta-feira (23), no Classe Eventos, Av. dos Holandeses

Fusca: de popular à veículo de luxo

Conheça história do modelo da Volkswagen mais vendido no mundo e celebre com amantes do besourinho em São Luís

Governo investe R$ 75 milhões em alimentação escolar

Anunciados ontem (21), na Assembleia Legislativa de São Luís, os investimentos do governo do estado também incluem a capacitação de profissionais que trabalham com alimentação escolar

VEJA MAIS