CORONAVÍRUS

No Maranhão

6407
88214
67541
2153
CURIOSIDADES

Coisas bizarras que aconteceram com jogadores de Pokémon Go

Procurar Pokémon pelas ruas pode te colocar em uma situação estranha

Por misturar a vida real com o virtual, algumas pessoas acabaram se colocando em situações complicadas e outras até perigosas, enquanto jogavam a nova febre mundial, o Pokémon Go. Na busca de se tornar um grande Mestres Pokémon, tiveram alguns jogadores que foram parar em delegacias, outros que ficaram vagando no quintal dos vizinhos e acabaram assustando todo mundo e muito mais. Confira:
1 Se machucar enquanto procura
Por ter que olhar para a tela do telefone para pegar os Pokémons, muita gente acaba tropeçando e se machucando. Além disso, parece que tem jogadores reclamando que o jogo coloca criaturinhas em locais perigosos, como cruzamentos e até capô de carros!
2 Ir parar em uma delegacia
Na Austrália, alguns jogadores perceberam a PokeStop era dentro de uma delegacia de polícia e ficaram parados lá na frente. Um policial até deu a dica de que eles não precisavam entrar no local para pegar as Pokebolas. Engraçado, né?
3 Assustar o vizinho caçando Pokémons
Tiveram alguns casos em que os jogadores invadiram a casa ao lado e ficaram andando em círculos com a cara colada no telefone procurando Pokémons, assustando os vizinhos. Chegaram até a ligar para a polícia. Tenso!
4 Correr risco de perder o emprego ou ser expulso da escola
Sabe quando dá aquela maior vontade de jogar mas você não quer esperar chegar em casa pra isso? Pois é, tem uma galera que tá abusando dessa ousadia e jogando no horário de trabalho ou até da aula! Calma lá né gente, aí é demais…
5 Ir parar no meio de um assalto
Essa distração na hora de ir caminhando pra lá e pra cá enquanto olha para a tela do telefone pode ser um problema… Jogadores já acabaram parando no meio de um assalto por não prestarem atenção se o lugar que estão indo é perigoso.
VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias