EMPRÉSTIMO

Está desempregado e precisa de um empréstimo? Veja como conseguir

Para enfrentar essa situação e não criar mais dívidas, o empréstimo pode ser um bom aliado se você souber como usar. Ficou curioso? Saiba mais!

Milhões de brasileiros estão desempregados, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística, IBGE. Nessa situação, é comum surgirem imprevistos que geralmente se tornam dívidas. A saída geralmente aparece em forma de empréstimo para os desempregados, mas antes de fechar o contrato, é importante saber como solicitar o serviço, mesmo sem ter renda ou outros tipos de garantia.

Antes de solicitar o crédito é importante comparar as empresas, verificando o valor dos juros, das taxas, o Custo Efetivo Total (CET) e os prazos para começar e terminar o pagamento.

Veja Também

Vale lembrar que o empréstimo pode ser um bom negócio para quem não quer cair na dívida do cheque especial ou do cartão de crédito. Mas é importante ter organização, o empréstimo é uma nova dívida e você precisa estar atento para que consiga cumprir o compromisso e não criar um novo problema.

Os três tipos de empréstimos que podem ajudar você são:

  • Microcrédito
  • Com garantia de imóvel ou veículo
  • Sem comprovante de renda

Desempregado sem comprovante de renda

Com a ausência de comprovante de renda, o empréstimo é dificultado, já que para os bancos você não fornece nenhuma garantia de que pode honrar os compromissos financeiros. A falta de confiança dos bancos é refletida em taxas e juros mais altos pra você e um menor valor no crédito fornecido.

Para solicitar esse tipo de empréstimo, você precisa apresentar os seguintes documentos:

CPF, comprovante de residência, RG, indicação de contato. Dependendo da credora, outros documentos ainda podem ser exigidos.

Microcrédito

O microcrédito é o empréstimo para desempregado que disponibiliza uma quantia pequena de dinheiro, mas com taxas e juros baixos. Você consegue um bom tempo para começar a pagar, com prazos médios.

Empréstimo com garantia de bens

Esse tipo de empréstimo utiliza um imóvel ou veículo como garantia de pagamento quando você solicita o crédito. Para os bancos, esse tipo de acordo é bem visto, pois as chances de não receberem o dinheiro de volta é reduzida. Nessa opção, os juros são mais baixos e o valor liberado é mais alto.

Nesse momento, é importante ficar de olho nas regras da instituição fornecedora, afinal, caso você não honre o acordo, o banco pode tomar sua casa, carro, apartamento ou qualquer outro bem que você tenha penhorado.

Fonte: SERASA

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS