INVESTIMENTOS

Aeroporto de São Luís em processo de concessão

A iniciativa faz parte do posicionamento estratégico da estatal, que prevê a exploração comercial dos complexos logísticos situados nos aeroportos que administra

A Infraero recebe, na próxima terça-feira, 15, as propostas das empresas interessadas na concessão de uso de área para exploração comercial e operacional do Terminal de Logística de Carga (Teca) do Aeroporto de São Luís (MA). A empresa vencedora será a responsável pela atividade de armazenagem e movimentação de cargas nacionais e internacionais do local.

A iniciativa faz parte do posicionamento estratégico da estatal, que prevê a exploração comercial dos complexos logísticos situados nos aeroportos que administra. A área licitada é de 2.617,33 m², com preço mínimo mensal de R$ 25 mil, e prazo contratual de 120 meses, sem investimento, contados a partir da data de assinatura do contrato.

O complexo é alfandegado, estando, assim, capacitado para além das operações de carga nacional, as de cargas internacionais, de importação e exportação. Por se tratar de uma concessão sem obrigatoriedade de investimentos, o vencedor deverá arcar com eventuais adequações estruturais e futuras ampliações mediante autorização da Infraero.

De acordo com o superintendente de Desenvolvimento de Negócios em Soluções Logísticas da Infraero, Edson Antunes Nogueira, o terminal ainda conta com uma consolidada carteira de clientes e uma série de soluções logísticas pensadas para cada tipo de negócio. “A diversidade das cargas movimentadas no complexo logístico do Aeroporto de São Luís enfatiza a importância do espaço para o bom funcionamento da cadeia logística na cidade.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS