DIA DO PORTUÁRIO

Carreiras relacionadas a atividade portuária estão em alta

Portuários comemoram seu dia com um cenário econômico positivo, trazendo resultados e oportunidades de trabalho

Foto: Reprodução

O cenário macroeconômico tem apontado o setor portuário como um segmento economicamente forte e que, por isso, contribui para impulsionar a retomada do crescimento econômico do país. Na onda desse movimento, carreiras relacionadas às atividades portuárias, logística e comércio exterior despontam como ótima oportunidade de trabalho.

Hoje, 28 de janeiro, é o Dia do Portuário e, segundo estimativas do empresariado, o número de trabalhadores diretos de segmento, em São Luís, é de aproximadamente 2,5 mil pessoas que envolve tanto profissionais avulsos, quanto operadores de máquinas (guindastes, empilhadeiras, etc.), conferência de cargas, vigilância de embarcações, limpeza e, ainda, os do setor administrativo e de controle operacional. O campo de trabalho é amplo e a responsabilidade também. Na ponta da cadeia logística, o portuário é o início e o fim dos processos de exportação e importação de produtos, além de vital para o comércio exterior.

A atividade portuária no Estado é diferenciada do restante do país, por se destacar como um dos maiores escoadores de produção e porta de entrada das importações nacionais e da América Latina. As ótimas condições de navegabilidade e proximidade com os mercados europeu e norte-americano e asiático dão visibilidade aos portos maranhenses. A VLI, empresa especializada em operações logísticas que integram ferrovias, porto e terminais, opera o berço 105, localizado no Porto do Itaqui.

De acordo com o gerente de manutenção do Terminal Portuário de São Luís, Hugo Rosa, por lá são embarcados granéis sólidos como soja, milho, farelo de soja, ferro gusa e manganês, disse. O gerente destacou a cadeia logística para assegurar o embarque dos produtos “somos um time em sintonia plena, com o objetivo de assegurar a qualidade do produto até o seu destino com o máximo de operacionalidade. A nossa função como portuário é muito abrangente e crítica, estamos trabalhando na descarga dos nossos vagões, armazenamento dos produtos e carregamento dos navios. É, sem dúvida, uma grande profissão”, concluiu.

Origem do Dia do Portuário

O dia do portuário, comemorado em alusão à data da Abertura dos Portos, em 28 de janeiro de 1808, foi um tratado econômico assinado entre Portugal e a Inglaterra no período das guerras napoleônicas. Assim, vendo-se ameaçada pelo poderio Napoleônico, a Família Real Portuguesa optou por uma manobra arriscada: viajar para o Brasil e estabelecer a nova administração central de seu Império Ultramarino. Para escoltar sua Corte até o continente americano, os portugueses acionaram a frota inglesa que, ao chegar no Brasil, assinou o Tratado Econômico de Abertura dos Portos “às nações amigas.

Pode-se dizer que, naquele contexto, o padrão de consumo foi alterado significativamente, especialmente porque produtos de luxo provenientes da Europa passaram a fazer parte do cotidiano colonial, especialmente do Rio de Janeiro. Deste modo, a Abertura dos Portos resultou de uma série de conflitos geopolíticos e econômicos ocorridos inicialmente na Europa e que impactaram nas decisões tomadas pela Coroa Portuguesa no que diz respeito às suas colônias na América.

Resumo do texto de autoria do pelo Prof. Msc. Fernando Roque Fernandes

MOSTRAR MAIS