SEGUNDINHA

MAC pede ao TJD, suspensão do jogo de sábado contra Cordino

Mandado de Garantia também pede anulação da primeira partida em Barra do Corda

MAC treina, mas não sabe se jogará no sábado. (Foto:Divulgação/MAC)

O Maranhão Atlético Clube, ainda inconformado com a inscrição dos jogadores que reforçaram o Cordino na primeira partida da semifinal da Série B do Campeonato Maranhense, disputada no último sábado (16), no Estádio Leandro Silva, em Barra do Corda, entrou com um Mandado de Garantia no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-MA), pedindo que sejam tomadas decisões que anulem o que classifica de “Ato Ilegal do Sr. Hans Joseph Nina Höhn, Vice-Presidente de Competições da Federação Maranhense de Futebol”.

O documento, encaminhado à presidência do Órgão, é fundamentado no Artigo 88 e seguintes do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). O presidente do MAC, advogado Carlos Eduardo Dias, disse na tarde desta quinta-feira (21) à reportagem de O Imparcial, acreditar que os direitos do clube serão reconhecidos pelo TJD.

“O Maranhão entrou com um Mandado de Garantia, endereçado à presidente do TJD, por conta do ato abusivo, unilateral, alteração de data e, por consequência, alteração de prazo de inscrição. O MAC não concordou com essa alteração. A federação não tem uma prova documental ou qualquer outra, de que o Maranhão concordou com isso. Por conta disso, o clube entrou com um pedido de anulação do jogo de sábado passado e a suspensão da partida do sábado que vem, agora. Também entrou na Procuradoria Geral com uma Notícia de Infração, por entender que os jogadores Edream, Hiltinho, Chico Bala e Cacá jogaram irregulares, porque só apareceram no BID no dia 15/10”, declarou o dirigente maqueano.

A expectativa é que a presidência do TJD decida sobre a questão ainda nas próximas horas. Carlos Eduardo está otimista, por entender que a medida tomada pela Federação Maranhense de Futebol beneficiou, irregularmente, a equipe do interior, o Cordino, que utilizou os atletas e venceu por 1 a 0. A FMF já apresentou sua versão, afirmando o contrário, ou seja, teria sido tudo de acordo com o próprio regulamento da competição.

VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias