SÉRIE B

MAC fica no empate com Cordino e perde a chance de voltar à Primeira Divisão

Clube de Barra do Corda garante retorno e está na final da competição

Foto: Lucas Gomes

O Maranhão Atlético Clube viu acabar ontem o sonho de retornar à Série A do Campeonato Maranhense de Futebol Profissional. O empate por 1 a 1 com o Cordino, na tarde deste sábado (23), no Castelão, garantiu o time do interior na final e tirou a chance dos atleticanos de voltar à divisão de elite. A equipe de Barra do Corda foi beneficiada pela vitória no primeiro jogo, em casa, quando venceu por 1 a 0, e vai decidir o título com o vencedor de Tuntum e Timon, que jogam no domingo às 15h15.

Agora, o MAC vai depender de uma decisão do TJD, que analisa o atendimento de um Mandado de Garantia dos maqueanos, que pede a anulação do jogo anterior, por entender que houve irregularidade na inscrição de cinco atletas do time adversário.

O jogo

O primeiro tempo foi equilibrado, embora as chances mais claras de gol de gol tenham sido criadas pelo Cordino, que colocou duas bolas na trave. A primeira ocorreu na cobrança de uma falta aos 11 minutos por Cacá. Na volta, a bola ainda sobrou para o atacante Ulisses, mas o assistente marcou impedimento. Por isso, o gol foi anulado. O MAC respondeu com uma falta cobrada por Alex que o goleiro Vitor espalmou e afastou o perigo.

O time atleticano parou na boa marcação dos visitantes até aos 25 minutos e só voltou a atacar com maior intensidade aos 30, quando Wellington Junior concluiu uma bola cruzada da direita para boa defesa do goleiro de Barra do Corda. Aos 42 minutos, o atacante Edream recebeu livre de marcação e bateu forte de fora da área. A bola chocou-se contra o poste direito do goleiro Moisés e saiu pela linha de fundo com grande perigo.

No segundo tempo, o MAC voltou tomando a iniciativa do jogo, mas de forma descoordenada. O Cordino reag ia com rápidos contragolpes. Em duas defesas difíceis o goleiro Moisés evitou a quada de sua meta, porém, aos 25 minutos o meio de campo perdeu a bola, que sobrou para o lateral-esquerdo Chico Bala cruzar, com precisão, para Ulisses bater na saída do goleiro atleticano e fazer 1 a 0.

Com as alterações feitas pelo técnico Arnaldo Lira, a equipe ficou mais frágil no meio de campo e por pouco o Cordino não ampliou. Aos 34 minutos, Wellington foi expulso e dois minutos depois Maicon escorou, de cabeça, um cruzamento feito por Lucas Maranguape, na cobrança de falta, empatando o jogo.

Os últimos minutos do jogo foram de muita expectativa pelo possível gol de desempate dos atleticanos, que se lançaram para o ataque, mas de forma desorganizada. O Cordino se fechou na defesa e garantiu o placar final que garantiu a vaga da Onça para a final da Série B.

VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias