CORONAVÍRUS

No Maranhão

4074
184668
177115
4014
SEM TEMPO HÁBIL

Decisões entre Moto Club e Sampaio Corrêa não terão presença de público

Secretário de Saúde diz que o tema precisa ser melhor debatido, para que o torcedor possa voltar aos estádios com segurança.

Gramado do Castelão vai receber as duas decisões do Estadual (Foto: Daniel Amorim)

As finais do Estadual, entre Moto Club e Sampaio Corrêa, nesta quarta-feira (23) e no sábado (26), não marcarão a volta do torcedor às arquibancadas do Maranhão. Em entrevista ao programa ‘Fome de Bola’ da Rádio Timbira, o secretário de saúde do estado, Carlos Lula, afirmou que a liberação de público nos jogos ainda precisa ser melhor discutida, no âmbito do Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (COE), criado em abril pelo poder público estadual.

“A gente tem debatido esse tema, o protocolo do futebol é um dos tantos que têm sido levados ao COE. A gente precisa de tempo hábil para deliberar sobre o assunto. Para quarta-feira, a gente já coloca alguma dúvida, porque precisaríamos ter discutido esse tema com mais calma. O COE é composto por várias pessoas e os debates levam tempo, pra gente chegar a um modelo (de protocolo) seguro. O ideal era que esse debate já tivesse sido feito semanas atrás, para que as finais do Maranhense já tivessem um protocolo aprovado”, ressaltou Lula.

O titular da SES disse, ainda, que a volta do torcedor aos estádios do Maranhão é uma questão de tempo. “Isso mais cedo ou mais tarde vai acontecer. É possível que façamos esse protocolo com um distanciamento necessário e de maneira segura. (O protocolo) vai contemplar o interesse do público de voltar à assistir partidas de futebol, mas sobretudo a segurança da população, para que a gente não tenha uma nova onda da doença no estado”, concluiu Carlos Lula.

O documento encaminhado pela Federação Maranhense de Futebol (FMF) para o Governo do Estado prevê a presença do público limitada a 30% da capacidade dos estádios, espaçamento entre as cadeiras, utilização obrigatória de máscara e disponibilização de álcool em gel.  Além disso, não deve ocorrer a venda de ingressos em dias de jogos, para evitar grandes aglomerações no entorno dos estádios.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Esportes
Polícia
Mais Notícias