CLÁSSICOS

Moto muda lateral para confronto contra Sampaio Correia

Após herdar a posição de Guilherme e Pedro Júnior, que se lesionaram em um jogo-treino, Carioca foi o dono da lateral-esquerda do Papão nos dois jogos oficiais da equipe na temporada

Foto: Reprodução

Líder no Campeonato Maranhense, o Moto Club se prepara para o duelo diante do rival Sampaio Corrêa, no próximo sábado, 3, pela 3ª rodada da competição. Com isso, o técnico Marcinho Guerreiro ensaia uma modificação na lateral-esquerda da equipe.

Após herdar a posição de Guilherme e Pedro Júnior, que se lesionaram em um jogo-treino, Carioca foi o dono da lateral-esquerda do Papão nos dois jogos oficiais da equipe na temporada.

Nesta semana, o Moto Club confirmou a contratação de Léo Campos para a posição e o jogador vem sendo testado pelo treinador nos treinamentos da semana. Em um primeiro momento, esta será a única mudança no Papão. Léo Campos ainda aguarda sua situação ser regularizada, com seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

Assim, a provável formação deve ser com Rodrigo Ramos; Diego Renan, Betão, Wanderson e Léo Campos; Rafael Santos, Bruno Menezes, Everlan e André Mensalão; Ricardo Maranhão e Jefferson Araújo.

O Moto ainda realiza dois treinamentos hoje e amanhã no período da tarde no CT Pereira dos Santos para definir a escalação para o clássico. No jogo de sábado, a equipe vai buscar seu sétimo ponto na classificação. Atualmente, o time está com 4 pontos, igual a Imperatriz e Maranhão, mas supera os adversários no saldo de gols, por isso está na liderança.

A arbitragem do jogo será de Maykon Matos Nunes, com as assistências de Élson Araujo da Silva e Raelson Almeida. O quarto árbitro será Paulo José Sousa Mourão e o quinto arbitro será Hanna Karolina Gabrielle Viegas Costa.

50 jogos de Wanderson

O zagueiro Wanderson, de 23 anos, vai completar 50 jogos com a camisa do Moto Club contra o Sampaio, pela terceira rodada do Campeonato Maranhense.

A chegada dele foi em 2016, quando ganhou a titularidade no Campeonato Maranhense e participou do título estadual e, na sequência, do acesso à Série C do Campeonato Brasileiro. Neste ano, ele fez 30 jogos e dois gols.

Em 2017, assim como o time, Wanderson não teve um bom ano. Ele alternou a titularidade com outros jogadores. A equipe, no geral, não foi bem em nenhuma das quatro competições que participou. Neste ano, ele fez 17 jogos e marcou dois gols.

Em 2018, o time fez dois jogos já pelo Estadual e está com quatro pontos depois de um empate e uma vitória. Wanderson voltou a ser titular e, por conta desta nova sequência de jogos, está prestes a atingir a marca de 50 jogos com a camisa do Moto.

“É uma emoção grande atingir esta marca com a camisa do Moto no Superclássico, que sabemos que vai ser um jogo duro”, disse o zagueiro.

Antes de jogar pelo Moto, Wanderson fez nas categorias de base de Americano e Sabiá, e jogou profissionalmente pelo Araioses e Timon.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS