ESPORTE

Kitesurf chega à reta final em São Luís

Final do 5º Campeonato Maranhense de Kitesurf ocorre neste fim de semana.

Reprodução

Neste fim de semana será realizada a final do 5º Campeonato de Kitesurf em São Luís. Participarão das competições os dez melhores classificados em cada categoria. Amanhã (3), os velejadores de todas as categorias vão participar juntos de um downwind (corrida a favor do vento), saindo da Praia do Meio, ás 13h30, até a Avenida Litoranêa.
Após o downwind, eles vão participar de uma corrida (5 km para os homens e 3 km para as mulheres), que pode ser feita de forma individual ou em dupla, no qual poderá haver duplas do mesmo sexo ou mistas. A prova é classificada como Endurance, uma modalidade que foi idealizada pelo atleta Cláudio Guimarães e é praticada apenas no Maranhão.
No domingo (4), haverá a Golden Race (corrida de ouro) com início às 11h, a qual vai eleger o rei e a rainha da praia. Os vencedores serão os que chegarem em primeiro lugar na Maratona Aquática, uma corrida contra o vento de longa distância. Os atletas masculinos vão partir da Barraca Milhas até a sede do kitesurf, no Olho d’Água, totalizando 10 km. Depois os competidores vão contornar uma mesa com uma bandeira e voltar o trajeto a favor do vento. Quem chegar em primeiro é o rei da praia.
Já as mulheres vão da Barraca Milhas até o primeiro bar, depois do Parquinho da Litorânea, em uma corrida contra o vento. Em seguida, elas vão voltar a favor do vento. A que chegar em primeiro é a rainha da praia. Na categoria feminina, Melissa Maciel é uma forte candidata a vencer as provas da final, pois ela terminou as etapas anteriores em primeiro lugar.
“As condições da maré e vento estavam boas, pois, São Luís é um dos melhores lugares para velejar. E ainda bem que deu tudo certo e eu consegui manter a minha colocação. Agora espero que nas etapas finais eu consiga vencer. Estou treinando bastante, mas, só em estar participando já é muito bom. Fico feliz em ver o esporte crescendo. É muito gratificante ver o número de mulheres crescer, espero que aumente cada vez mais”, destaca a velejadora.
E na categoria masculina (até 24 anos), o atleta Bruno Lobo é o favorito ao título de campeão. No entanto, ele não vai competir as finais do Campeonato Maranhense, pois, estará disputando o Brasileiro que acontece na mesma data. Mas, há a possibilidade de Bruno ser o Campeão Maranhense pela terceira vez, já que tem uma pontuação elevada na competição.
“Nas quatro etapas já realizadas eu fui campeão. E, nos dias 3 e 4 de dezembro tem as finais e eu, infelizmente, não vou participar, pois estarei competindo no Brasileiro em Porto de Galinhas (Recife). A meta agora é fazer um treinamento intensivo e diário para tentar trazer esse título para São Luís. E o Campeonato Maranhense foi muito bom, pois, tivemos cerca de 100 participantes em cada etapa, entre novatos e pessoas com mais experiência, e foi uma grande confraternização. Foi um momento de celebrar esse esporte, que a gente acredita que será inserido na próxima Olimpíada de 2020, estamos só aguardando a confirmação, em fevereiro, após reunião do Comitê Olímpico”, ressalta Bruno.
Segundo Rogério Luna, presidente da Associação de Velejadores do Maranhão (Avema), o 5º Campeonato Maranhense de Kitesurf está sendo um sucesso e vai terminar em grande estilo. “O evento está sendo maravilhoso, tivemos mais de 120 inscrições desde a primeira etapa até a última. E, para celebrar o esporte, será sorteado um kitesurf 2017 com barra e um trapézio da Ion” afirma Luna.
O sorteio será no domingo (4), e participarão os inscritos que completarem 50% de todas as provas. Só poderá receber o prêmio quem estiver presente no local, pois, não será aceito representante de atleta nem por procuração. A premiação terá início às 15h, com a entrega de mais de 80 troféus entre as categorias de Campeão Maranhense de Downwind, Campeão Maranhense de Regata Bidirecional, Campeão Maranhense de Endurance, Rei da Praia, entre outros.
O kitesurf é um esporte no qual a pessoa desliza sobre a água em uma prancha, sendo puxado pelo kite (pipa em inglês), o qual funciona como uma pipa impulsionada pelo vento. Além de ser um esporte incrível de praticar, vale muito a pena, também, assistir as competições, que acontecem na belíssima orla de São Luís.
VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias