CORONAVÍRUS

No Maranhão

3406
132060
121843
3204
Tênis

Bruno Soares garante título nas duplas e Andy Murray é campeão de simples em Munique

Soares e Peya levaram o título do ATP 250 alemão, disputado em quadras de saibro

Adiadas em razão das fortes chuvas na região da Baviera no último domingo, as finais do Torneio de Munique foram disputadas nesta segunda-feira e consagraram o brasileiro Bruno Soares e o austríaco Alexander Peya como campeões da chave de duplas, enquanto a taça de simples ficou com o britânico Andy Murray.
Soares e Peya faturaram o título do ATP 250 alemão, disputado em quadras de saibro, ao derrotaram os alemães Alexander e Mischa Zverev, de virada, por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/1 e 10/5, em 1 hora e 10 minutos, num duelo que foi paralisado quando o primeiro set estava empatado em 1/1 no último domingo.
Na parcial inicial, aliás, Soares e Peya tiveram dificuldades no serviço, tanto que salvaram seis de sete break points. A dupla alemã converteu um, no sétimo game, e acabou vencendo o set por 6/4.
O brasileiro e o austríaco, porém, reagiram no segundo set. Eles logo abriram 3/0, com uma quebra de saque no segundo game, que se repetiria no sexto. Assim, fecharam a parcial em 6/1, forçando a realização do match tie-break. A dupla alemã chegou a fazer 3/0, mas Soares e Peya se recuperaram, conseguiram a virada e fizeram 10/5, garantindo o título em Munique.
A conquista do torneio alemão foi a 11º de Soares e Peya juntos, mas a primeira desde agosto de 2014, quando foram campeões do Masters 1000 canadense. Além disso, o tenista brasileiro passou a somar 19 títulos na sua carreira.
Já Murray conquistou o primeiro título em um torneio de saibro na sua carreira. Na decisão da chave de simples do ATP 250 de Munique, o número 3 do mundo derrotou o alemão Philipp Kohlschreiber, 24º colocado no ranking, por 2 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/4), 5/7 e 7/6 (7/4), em 3 horas e 4 minutos.
Paralisado pela chuva no último domingo, o duelo foi retomado nesta segunda-feira com o placar de 3/2 para o alemão no primeiro set. E foi Murray quem acabou se dando melhor, ao vencer duas das três parciais apenas no tie-break.
O duelo teve 28 aces, sendo 17 de Murray e três quebras de serviço, duas delas favoráveis a Kohlschreiber, que mesmo assim acabou sendo derrotado. O britânico faturou, assim, o seu primeiro título em 2015, temporada em que havia sido vice do Aberto da Austrália e do Masters 1000 de Miami. Além disso, agora ele passa a somar 32 conquistas na sua carreira.
VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias