POLÊMICA

J.K. Rowling volta a fazer comentários transfóbicos

Autora da saga Harry Potter fez comentários no Twitter e deixa fãs indignados.

crédito: TOLGA AKMEN

No último domingo (12), J.K. Rowling, criadora da saga Harry Potter, fez novos comentários transfóbicos nas redes sociais e diversos seguidores estão rebatendo as declarações. Desde 2020, ela é alvo de polêmica por série de publicações consideradas transfóbicas, sendo criticada por espectadores e estrelas da franquia.

Rowling usou o Twitter para compartilhar uma notícia em que o jornal The Times relata que a polícia passará a registrar estupros cometidos por criminosos com genitais masculinos como “femininos” se esse for o gênero como o qual de identificam. Em reação, a autora tuitou: “Guerra é paz. Liberdade é escravidão. Ignorância é força. O indivíduo com pênis que estuprou você é uma mulher.”

A declaração foi criticada por fãs de Harry Potter e integrantes da comunidade LGBTQIA+, que consideraram as declarações transfóbicas. Alguns perfis contestaram J.K. Rowling e a criticaram por insinuar que “mulheres ‘de verdade’ não possam ser criminosas sexuais”. Um dos comentários diz: “Ótimo saber que a autora da minha obsessão de infância odeia minha existência… Gostaria de ter esse tempo de volta para investir em autores mais inclusivos, visto que seu trabalho foi, honestamente, apenas nostalgia obscurecida pelo fanatismo.”

VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias