CORONAVÍRUS

No Maranhão

6407
88214
67541
2153

Dia de São Tomé é comemorado por católicos em todo Brasil

Tomé não acreditou logo na notícia da ressurreição de Jesus Cristo e conta a história que teria viajado o mundo para pregar o Evangelho

Alguém deve ter ouvido as frases, “sou que nem São Tomé, só acredito vendo”, ou “ver para crer” quando se trata precisar acreditar em algo. Pois sim, a referência à incredulidade de São Tomé se deu perante a notícia da Ressurreição de Jesus. O santo, São Tomé Apóstolo é celebrado hoje pela igreja católica.

Segundo texto do Pe. Brendan Coleman nada se sabe da vida do santo antes do o apostolado.

Leia também:

Dia de São Tomé: 3 orações poderosas ao santo

“Quando os apóstolos comunicaram a ele que tinham vista o Senhor, Tomé respondeu: ‘Enquanto eu não vir em suas mãos os sinais dos cravos e não meter o meu dedo na abertura do seu peito, eu não hei de crer’. Porém, no domingo seguinte Jesus apareceu no cenáculo e disse a Tomé: ‘Estende tua mão e põe-na no meu lado e não seja incrédulo, mas fiel’. As palavras que Tomé pronunciou ao ver Jesus: ‘Meu Senhor e meu Deus’ se tornaram uma profissão de fé”.

Ainda de acordo com o padre, cristãos de Malabar afirmam terem sido evangelizados por Tomé e que ele morreu a golpe de lança e cita um fato curioso.

“Os primeiros jesuítas que chegaram ao Brasil, inclusive Nóbrega e José de Anchieta, estavam convencidos que Tomé tivesse passado pelo Brasil em sua viagem às Índias.  Eles notaram uma lenda entre os índios que um grande mensageiro de Deus teria passado em tempos históricos, a quem chamavam de Sumé, corruptela de Tomé. A literatura apócrifa em torno de Tomé é abundante. Predominam os escritos de origem maniqueísta e gnóstica. Há várias cidades da Ásia onde se atribui o lugar de suas relíquias. Tomé também foi chamado Dídimo, que significa gêmeo”.

Maranhão

No artigo “As pegadas de São Tomé: Ressignificações de Sítios Rupestres”, de Thiago Leandro Vieira Cavalcante, ele aborda que o apóstolo Tomé teria em época remota pregado aos povos indígenas e deixado vários vestígios materiais, que passaram a ser utilizados como provas da veracidade de sua passagem pelo continente, inclusive pelo Maranhão, na cidade de Carolina.

“Com os dados apresentados, preliminarmente se pode concluir que as pegadas avistadas pelos cronistas e/ou missionários são, ao menos em sua maioria, ‘reais’. Todavia, evidentemente não se tratavam de sinais do apóstolo e sim de um tipo de gravura ou pintura rupestre comum na América do Sul. Provavelmente os missionários fizeram tal associação motivados por descrições indígenas, que por sua vez também não eram mais do que tentativas de interpretação daqueles sinais. Sinais que em sua maioria, provavelmente são muito mais antigos do que as populações indígenas contemporâneas ao processo de conquista e colonização da América. No Brasil tais pegadas ainda são encontradas, por exemplo, no estado do Piauí, em Domingos Mourão, Brasileira, Inhuma, Piripiri, Pimenteiras, Oeiras e outros locais. No Amazonas, encontra-se em São Gabriel da Cachoeira, no estado de Minas Gerais, em São Thomé das Letras, na Paraíba, em Ingá, no Pernambuco, em Altinho e no Maranhão, em Carolina, entre outros (Coutinho, 2007)”.

O artigo ainda afirma que relatos sobre as pegadas de São Tomé aparecem desde “A Nova Gazeta da Terra do Brasil”, primeiro documento que versa sobre São Tomé na América (1515). Isso continua nas cartas dos jesuítas do Brasil de meados do século XVI e permanece até os escritos de Montoya, já no século XVII3.

As pegadas de São Tomé no Brasil

Outra informação histórica da existência das pegadas no Brasil foi transmitida pelo padre Manoel da Nóbrega –– dos primeiros missionários jesuítas vindos de Portugal após o Descobrimento –– em suas “Cartas do Brasil”.

Segundo Carlos Sodré Lanna, poucos dias após sua chegada ao país, em março de 1549, escrevia: “Também me contou pessoa fidedigna que as raízes de que cá se faz pão, que São Tomé as deu, porque cá não tinham pão”. E, em data posterior, acrescenta: “Dizem os índios que São Tomé passou por aqui e isto lhes foi dito por seus antepassados e que suas pisadas estão sinaladas junto de um rio, as quais eu fui ver, por mais certeza da verdade, e vi com os próprios olhos quatro pisadas sinaladas com seus dedos. Dizem que quando deixou estas pisadas ia fugindo dos índios que o queriam flechar, e chegando ali se abrira o rio e passara por meio dele a outra parte sem se molhar. Contam que, quando queriam o flechar os índios, as flechas se tornavam para eles e os matos lhe faziam caminho para onde passasse”.

Dizem os índios que São Tomé passou por aqui e isto lhes foi dito por seus antepassados e que suas pisadas estão sinaladas junto de um rio, as quais eu fui ver, por mais certeza da verdade.

Vê-se nesse relato de padre Manoel da Nóbrega a intenção missionária de São Tomé, espalhando a palavra de Deus e deixando visíveis as marcas de sua passagem em vários lugares conhecidos, do Rio Grande do Sul, passando por São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Paraíba, Ceará e Maranhão.

Nesse dia especial, confira 3 orações poderosas ao santo e reze com muita fé e devoção por sua intercessão:

Oração de São Tomé

“Ó Apóstolo São Tomé, experimentaste o desejo de querer morrer com Jesus, sentiste a dificuldade de não conhecer o Caminho, e viveste na incerteza e na obscuridade da dúvida, no dia de Páscoa. Na alegria do encontro com Jesus Ressuscitado, na comoção da fé reencontrada, num ímpeto de terno amor, exclamaste: “Meu Senhor e meu Deus!” O Espírito Santo, no dia de Pentecostes, transformou-te num corajoso missionário de Cristo, incansável peregrino do mundo, até aos extremos confins da terra. Protege a tua Igreja, a mim e à minha família e faz com que todos encontrem o Caminho, a Paz e a Alegria para anunciar, com paixão e abertamente, que Cristo é o único Salvador do Mundo, ontem, hoje e sempre. Amém.”

Súplica a São Tomé

“São Tomé, agradecemos o seu santíssimo dom de curar, por meio de sua fortaleza e imensa fé, emanada de Jesus Cristo. Diante de tua imagem, neste momento, venho lhe pedir que olhe por um irmão que está em desespero, já que sua visão está se esvaindo, e ele precisa dela como instrumento de seu trabalho. São Tomé, tende piedade desse servo que não está encontrando a paz em seu coração e teme perder a fé em Deus. Agradecido serei eu e todos os demais se ele voltar a enxergar. Professai essa bênção a todos que estão na mesma situação desse meu irmão. São Tomé, estaremos acompanhando com preces o seu milagre. Assim seja.”

(Reze um Pai-Nosso, uma Ave-Maria e um Glória)

Oração para fortalecer a fé

“Protetor da minha vida, São Tomé amigo fiel, ajudai-me a crer sempre mais na promessa maravilhosa de amor que Deus tem para mim. Diz o evangelho que reconhecestes o senhor ressuscitado ao tocar-lhe as feridas abertas pelos pregos e pela lança. Concedei a nós a graça de também percebermos a presença real de Jesus em nossa trajetória. Iluminai-nos com a sabedoria dos céus para identificarmos e preferirmos as obras do bem. Ensinai-nos a sermos bons discípulos do senhor e a levar a cruz de todo o dia com o olhar voltado para o Jesus salvador. Tirai-nos a incredulidade para que sejamos verdadeiros adoradores. Sobre vosso auxílio e exemplo prometemos estar aos pés do altíssimo e sempre o bendizer, falando as mesmas palavras que pronunciastes ao reconhecer o Cristo: ‘Meu senhor e meu Deus’. Amém.”

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias